A capela, inaugurada em 1880, ocupa a parte alta do outeiro do Crasto ou do Calvário, a nascente da vila.

História

Santuário de la Salette

A capela ocupa a parte alta do outeiro do Crasto ou do Calvário, a nascente da vila.

Na procissão de penitência da igreja a este ponto, em 1870, resolveu-se a construção duma capela com a nova invocação; modesto edifício de tipo corrente que se veio a inaugurar em 1880.

A atual capela é já do primeiro quartel do presente século, segundo projecto do arquiteto portuense António Correia da Silva.

Descrição

Composição arquitetónica muito equilibrada, do tipo usual do fim do último século e do começo do presente, estudada em cimento, como só permitiam as verbas disponíveis.

Compõem-se de átrio, nave de três pequenos tramos e santuário poligonal de três faces. O átrio avança entre dois torreões, baixos, ficando acima, em plano recuado, larga rosácea e, dominando o vértice da empena, grande estátua da Virgem. A meio da cobertura geral, coruchéu de remate em pirâmide.

Em cada tramo, duas frestas emparelhadas. Nas do santuário vitrais policromos e figurativos; na rosácea da fachada, outros mas só geométricos, com figuras ao centro; estes só da autoria de R. Leone (Lisboa, 1929).

Na sacristia pequeno Santo António, de madeira, dos séc. XVII-XVIII, repintado e comum.

Parque

Motivos no parque envolvente. Arborizado e ajardinado o antigo cabeço, tem-lhe juntado diversos motivos artísticos.

Um chafariz. Obra decorativa do séc. XVII, de certo gosto, composta de tanque quadrilobado, a meio do qual emerge o pilar com taça de idêntico traçado, onde cai a água das quatro carrancas de urna superior. O remate é moderno e espesso, não podendo saber em quanto represente o antigo.

Colocaram à entrada um busto, de bronze, de Domingos da Costa, assinado por Alípio Brandão; em frente à escadaria, um padrão dos centenários, da forma vulgarizada; deslocaram para a parte posterior o fontanário da antiga praça. Dizem que para este tinha sido aproveitada a coluna do antigo pelourinho, talvez só como material a tratar, pois que não dá aparência do antigo emprego.

Texto sem indicação do autor, foto enviada por Luis Neta

Localização

Coordenadas GPS: N 40 50.563' W 008 27.932'  (40.84272, -8.46553)

Temas / Tags

Oliveira de Azeméis, publicado em por