A Torre de Lapela é o que resta de um castelo que defendia o vau do rio Minho.

Descrição

Torre de Lapela
Torre de Lapela
Inscrição na Torre de Lapela
Inscrição na Torre

O restante da velha fortaleza demolida serviu para, com as suas pedras, fortalecer as muralhas de Monção e pavimentar as suas ruas.

Torre de Lapela
Torre de Lapela

Contudo a sua fundação é um tanto ou quanto desconhecida, havendo três atribuições da sua existência. A primeira começa com D. Afonso Henriques, quando este Monarca atribui a carta de foral e por conseguinte a repovoação em 1208. A segunda atribuição deve-se a Lourenço de Abreu, senhor do couto de Merufe e de outras terras do Alto Minho, pelo facto de ter combatido em Arcos de Valdevez ao lado de D. Afonso Henriques.

Vários estudos detalhados deste conjunto monumental levam-nos à construção de um desaparecido castelo do ano 1130, mas não à Torre. Esta teria sido construída no tempo de D. Fernando I e na vigência de Vasco Gomes de Abreu. Crê-se datada do século XIV.

Torre de Lapela
Torre de Lapela

É de planta quadrangular com cerca de 10 metros de lado e 35 metros de altura. As suas paredes têm 3 metros de espessura. Tem uma única entrada na fachada norte, a cerca de seis metros acima do solo, encimada com o brasão com as Armas de Portugal.

Classificação

Está classificada com Monumento Nacional desde 1910.

Localização

Coordenadas GPS: N 42 03.385' W 008 32.292'  (42.05642, -8.53820)

Temas / Tags

Troporiz e Lapela, publicado em por