A Igreja Matriz de Muge, dedicada a Nossa Senhora da Conceição, foi edificada em 1297 e sujeita a profundas obras no século XVII e seguintes.

Origem da Igreja

Igreja Matriz de Muge

No século XIII existiu o problema de haver uma grande afluência de colonos a Muge que, como não havia igreja, não pagavam o dízimo.

Assim, por ordem do bispo de Lisboa, o pároco de Salvaterra fez construir ali uma igreja, o que aconteceu em 1297.

As Capelas Originais

Possivelmente, no século XIV a igreja era constituída pela nave única com três capelas, sendo a capela-mor dedicada a Santa Maria e as laterais dedicadas a S. Pedro e S. João Batista.

No século XVII a capela-mor foi demolida para se construir o retábulo que ainda hoje ali existe.

Obras de Recuperação

No início do século XVIII a igreja encontrava-se num estado de ruína. A Câmara de Salvaterra obriga o Mosteiro de Alcobaça, que mantinha todos os direitos de padroado sobre esta igreja, a executar obras de recuperação.

Nestas obras, concluídas em 1719, foram feitas grandes modificações e melhoramentos nas capelas laterais e substituído o campanário medieval por uma torre sineira.

As obras de recuperação e melhoramento da igreja duraram todo o século XIX, sem serem capazmente concluídas. Por este motivo a Junta da Paróquia, em 1899, decide fazer um restauro profundo, sendo também acrescentada uma torre, e ficando desde então como está hoje, bastante diferente do original.

Frontaria da Igreja

Quando vemos a frontaria da igreja a primeira sensação visual que temos é a imensidão de óculos e janelas. De facto, na frontaria, existe a porta, três janelas retangulares, nove janelas circulares e as duas aberturas das torres sineiras.

A frontaria está dividida em três panos, sendo os dois laterais ocupados pelas torres sineiras encimadas por pináculos nos cantos. Os panos laterais, idênticos, são limitados por pilastras, as laterais dos cunhais limitam a igreja. Abaixo das quatro faces dos sinos cada torre está dividida em dois pisos, o térreo com um óculo e o superior com dois óculos, todos circulares. No óculo superior da torre da esquerda a janela foi substituída por um relógio.

O pano central é centralizado pela porta principal simples de moldura reta, ladeada por duas janelas em óculo, circulares. Sobre o friso correspondente à separação dos dois pisos existem três janelas protegidas por sacada metálica. A janela central, em arco abatido, é sobrepujada por um tímpano da mesma forma. As duas laterais são em verga reta e sobrepujadas por tímpano triangular.

O segundo piso é separado da parte superior por uma arquitrave a toda a largura do edifício, sendo a pano central sobrepujado por frontão triangular com um óculo circular e uma cruz.

Interior da Igreja

A igreja é constituída por nave única e capela-mor, que é ladeada por dois altares e duas capelas.

As paredes estão cobertas de azulejos até cerca de um metro de altura.

Localização

Coordenadas GPS: N 39 06.326' W 008 42.679'  (39.10543, -8.71132)

Referências

Temas / Tags

Muge, publicado em por