Casal São Simão

Casas de Pedra estrategicamente construídas ao longo da crista de uma pequena elevação, rodeadas de montanhas que as protegem dos ventos, sol durante todo o dia, uma Ribeira de cada lado;  a Ribeira de Alge e a do Fato e a imponente vista sobre as Fragas de São Simão dão forma a um pequeno povoado, o Casal de São Simão.

Construído por homens que trabalhavam arduamente de Sol a Sol para retirarem da terra o seu sustento tinha no Vale da Abundância, localizado a poente e banhado pela Ribeira do Fato, hortas riquíssimas onde diariamente homens e mulheres com ajuda de bois e burros, semeavam e colhiam o seu sustento. Pelos montes, rebanhos de cabras e ovelhas pastavam serenamente enquanto pela aldeia se ouvia o cantarolar de bandos de galinhas e galos que percorriam o chão á procura de alimento. Na Ribeira de Alge mós de pedra moíam o milho e o trigo que iria dar lugar ao pão cozido nos fornos a lenha.

Um dia, cansados de tanto trabalharem, esses homens e mulheres começaram a partir na procura de uma vida melhor e aos poucos a aldeia começou a ficar deserta. Com o tempo as casas começaram a cair e a aldeia outrora cheia de vida entrou em agonia.

Foi assim que Anibal Quinta um dia a encontrou. Regularmente passava em trabalho na estrada para Figueiró dos Vinhos e a aldeia sempre ensolarada despertava-lhe a atenção. Cheio de curiosidade resolveu passar por lá e encontrou uma aldeia praticamente deserta. Das 21 casas só 4 continuavam habitadas as restantes estavam em ruínas. Para ele não importava tinha ficado enfeitiçado pelo seu encanto. A paixão foi tão forte que comprou logo uma casa. Orgulhoso foi convidando os amigos a visitarem a aldeia e a paixão foi tão contagiante que os amigos também quiseram comprar uma casa. Depois vieram os amigos dos amigos que com a mesma paixão também compraram. Com o esforço de todos conseguiram reconstruir a aldeia e o Casal de São Simão esta novamente orgulhoso e cheio de projectos para o futuro.

Por: Refugios de Pedra
Coordenadas GPS: N 39 55.023' W 008 19.359'  (39.91705, -8.32265)
Casal de São Simão, publicado em por