Caldas da Cavaca
Caldas da Cavaca

O complexo denominado de Caldas da Cavaca ou Termas da Cavaca ou ainda Banhos da Cavaca está situado, na margem da Ribeira de Côja, numa quinta com cerca de noventa hectares, a pouco mais de cinco quilómetros da sede do concelho.

Tendo estas águas sido descobertas em 1867 pelo regedor da Cortiçada, freguesia a que Cavaca pertence, há informações de 1918 de que já existia ali um balneário rudimentar. Iniciando-se a exploração do local, foi descoberta uma banheira talhada na rocha que já devia existir desde o tempo dos romanos, em que também eram aproveitados os gases libertados da água.

Fernando da Silva Laires

O complexo atual foi criado e inaugurado em 1924 por Fernando da Silva Laires, um comerciante e autarca, aproveitando o balneário já existente. Graças às propriedades das suas águas, estas termas eram visitadas por gente de todo o país e do estrangeiro, e de todas as idades.

Em 1983 a propriedade e a concessão das termas foram vendidas pelo neto do fundador à Câmara Municipal de Aguiar da Beira, sendo então encerradas em 1995.

Em 2005 foi assinado um protocolo com a INATEL para exploração das termas, ficando o balneário concluído poucos dias depois. Atualmente procura-se nova parceria para a construção de um hotel, recuperação dos edifícios anexos e criação de outros equipamentos.

Junto das termas situa-se um grande parque verde com boas árvores, sombras e bancos, excelente para descanço e passeio.

No complexo está situada uma capela de Nossa Senhora dos Remédios, num local elevado e com acesso por uma escadaria.

A composição das águas inclui uma grande percentagem de flúor em água meso-termal fracamente mineralizada, hiposalina, súlfurea, flouretada e titânica. Brota do terreno a uma temperatura entre 25 e 30 graus C. Ajudam no tratamento de doenças da pele, músculo-esqueléticas e dos aparelhos respiratório e digestivo.

(Fotos de Valente Cruz)

Localização

Coordenadas GPS: N 40 46.409' W 007 34.875'  (40.77348, -7.58125)

Temas / Tags

Cavaca, publicado em por