Vista Geral de Torre de Dona Chama
Vista Geral de Torre de Dona Chama

O nome desta terra remonta a uma lenda segundo a qual havia uma torre (do tempo dos Mouros) em que a dona desta tinha tanto de belo no seu rosto como de tão feio os seus pés (pés de cabra). Nunca saía da torre e, como tal, chamava a audiência vários homens e nenhum saía da torre vivo. E como há uma primeira vez para tudo, um dia um artesão foi chamado para essa audiência, conseguindo embalar e entreter a senhora, que esta acabou por adormecer. O resultado foi que o artesão viu a senhora a dormir profundamente e, aterrorizado com os pés de cabra, tirou o anel e desceu da Torre Moura.

Entretanto, quando o artesão descia da encosta da Torre, a Dona da Torre acordou e começou a chamar por ele que não ligava nenhuma aos seus chamados. Então, os homens de armas gritam-lhe "a dona chama", e assim ficou a Dona Chama.

Como se pode ver por esta lenda, a Torre de Dona Chama é antiquíssima, e cedo esta atingiu o grau de vila e consequentemente de concelho em 1287, com o foral que D. Dinis concedeu.

Torre de Dona Chama, publicado em por