A igreja que hoje conhecemos é o resultado de obras realizadas, e teve o seu pico máximo no século XVIII, período de que datam o templo. Contudo, as suas fundações remontam ao século XII, com uma lápide no interior do templo a confirmar a data 1013 a 1021 e outra no exterior, através de inscrições, indicando-nos de uma reedificação no ano de 1172, consagrando o templo românico.

Igreja Paroquial
Fachada frontal
Igreja Paroquial
Fachada lateral
Igreja Paroquial
Fachada posterior

De um planta em forma de cruz latina formada por uma única nave e transepto saliente, apresenta uma fachada delimitada por pilastras encimadas por pináculos, com um rasgo ao centro pela porta principal de verga reta, encimada por frontão triangular e este com um óculo quadrilobado que irrompe a linha do entablamento, fazendo o acompanhamento do óculo.

Remata o edifício com um frontão de aletas que ladeiam a secção central quadrada, onde possui um nicho de volta perfeita com a imagem do Padroeiro, terminando com um frontão triangular interrompido pela cruz. Adossada à igreja, na lateral esquerda, apresenta-se num plano mais recuado a torre sineira.

Este templo religioso, que foi mudando a sua caraterização desde a sua origem, entrou para a lista dos Imóveis de Interesse Público, tendo sido reconhecido no ano de 1977.

Coordenadas GPS: N 41 42.466' W 008 39.939'  (41.70777, -8.66565)

Temas / Tags

Geraz do Lima, publicado em por