Igreja e Convento de Nossa Senhora de Mosteiró
Igreja e Convento de Nossa Senhora de Mosteiró
Igreja e Convento de Nossa Senhora de Mosteiró

Este conjunto religioso começou como um simples eremitério com uma capela que guardava a Nossa Senhora e era protegido pelos eremitas que ali se tinham fixado. Mas, com as guerras com os mouros, estes eremitas fugiram deixando a imagem em questão escondida, tendo assim escapado às invasões.

Entretanto, com a descoberta da Nossa Senhora, foi fundado em 920 um Convento para os Bentos por D. Muma ou D. Mumadona (a mesma que fez as muralhas de proteção da povoação de Guimarães), e que se extinguiu com a peste. Só muito mais tarde, mais concretamente em 1392, o convento foi refundado, tornando-se reconhecido pelo Papa Bonifácio IX e usufruindo de terrenos para a construção da igreja e para a cerca.

A fachada da igreja está orientada para poente, abre-se um arco em asa do cesto que permite o acesso para a entrada do templo. Sobre o arco insere-se um janelão retangular. O remate da fachada é feito por frontão triangular, alojando o óculo que interrompe cimalha, lateralmente assente em pilastras de aparelho em bossagem encimados por pináculos. Coroamento por cruz latina no vértice.

O interior da igreja possui, na capela-mor, um retábulo Joanino de grande qualidade no rico e decoração. Subdivide-se em três planos verticais, sendo dois laterais com nichos de imagens sob baldaquino e um central reentrante correspondente à tribuna alojando o trono.

Está situado num meio montanhoso, isolado, este conjunto da qual, atualmente, a igreja pertence à confraria da Nossa Senhora de Mosteiró e o edifício do convento pertence a particulares, sendo de muitos herdeiros.

Realmente é uma pena o estado degradado em que o convento está, apesar de a igreja estar em condições, estão sem dúvida alguma numa situação espectacular. Apesar disto, o templo está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Coordenadas GPS: N 41 58.643' W 008 35.508'  (41.97738, -8.59180)

Temas / Tags

Cerdal, publicado em por