Estátua de José Guilherme Pacheco

José Guilherme Pacheco foi um dos muitos cidadãos portugueses que contribuíram de alguma forma na vida de Paredes, sendo recordado como benfeitor desta cidade.

Nascido no Brasil e falecido no Porto, um homem formado na faculdade de Coimbra em advocacia, após a formatura regressou a Paredes para praticar o curso que acabara de tirar. Durante trinta anos manteve a sua atividade profissional e acabou por se tornar influente em Paredes, ao ponto de ingressar na política e se tornar presidente da Câmara Municipal. Esta carreira política levou-o várias vezes à eleição de deputado às Cortes.

Entre estes cargos, ocupou o de Governador Civil  do Distrito de Angra do Heroísmo, passando pela Junta Geral do Distrito do Porto, presidente da Comissão Inspetora das Escolas Normais. Em 1875 foi declarado cidadão benemérito pela Câmara de Paredes, devido à sua contribuição para o Concelho na criação da Comarca de Paredes, na instalação do telégrafo, na passagem da linha férrea, na rota do Douro e, no essencial, na construção de estradas e escolas.

Assim, a José Guilherme Pacheco é prestada esta homenagem com o seu nome atribuído ao jardim, sendo que em 1927 é finalmente erigida uma estátua que se localiza no centro deste parque.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 12.478' W 008 19.997'  (41.20797, -8.33328)

Temas / Tags

Paredes, publicado em por