Esta Igreja do Divino Salvador de Aveleda é de construção românica tardia, possivelmente do final do século XIII ou início do século XIV.

Descrição

Igreja do Salvador
Igreja do Salvador

Esta Igreja do Divino Salvador de Aveleda é de construção românica tardia, de que se notam sinais no portal ocidental. Com três colunas de capitéis vegetalistas, o portal de arco quebrado é sobreposto por uma janela em óculo no tímpano e uma cruz, ladeados por pináculos.

Igreja do Salvador - portal
Igreja do Salvador - portal

A torre sineira, do lado direito da igreja, está num plano recuado. Nas laterais da igreja notam-se os cachorros também de construção românica tardia que ajudam a confirmar que a igreja é possivelmente do final do século XIII ou início do século XIV.

Igreja do Salvador - lateral direita
Igreja do Salvador - lateral direita
Igreja do Salvador - lateral esquerda

Por cima do portal lateral esquerdo nota-se a presença de lacrimais que mostram ter havido ali um alpendre, habitual nas igrejas portuguesas de estilo românico.

Há na igreja elementos arquitetónicos e artísticos que mostram a sua transformação mais recente, do século XVII ou XVIII, como por exemplo a torre sineira e a capela-mor. Os retábulos são de estilo rococó e neoclássico no caso do retábulo-mor. Os tetos da capela-mor e da nave são de autoria ainda desconhecida.

Igreja de Aveleda - nave central
Igreja de Aveleda - teto
Igreja de Aveleda - retábulo lateral
Igreja de Aveleda - retábulo lateral
(Fotos de interior inseridas com a devida autorização da Rota do Românico)

Classificação

A igreja está classificada como Imóvel de Interesse Público desde 1978.

Rota do Românico

A igreja faz parte da Rota do Românico, tendo o número 8 no Percurso do Vale do Sousa.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 16.769' W 008 15.177'  (41.27948, -8.25295)

Temas / Tags

Aveleda, publicado em por