O estilo da arquitectura do Românico surgiu na segunda metade do séc. XI e início do séc. XII. Um estilo que marcou a Europa e consequentemente Portugal, surgindo por isso no coração do Norte de País, nos vales de Sousa, Tâmega e Douro.

Por este estilo se ter acentuado mais nesta zona do País, elejo a cidade de Amarante como o centro do Românico, um ponto de partida para cidades, vilas e aldeias dos concelhos vizinhos.

A importância deste tipo de Património foi tão grande que a partir de 1998 surgiu a reunião dos concelhos pertencentes ao Vale de Sousa, como por exemplo Castelo de Paiva, Felgueiras, Lousada, Paços de Ferreira, Paredes e finalmente Penafiel. Entretanto em 2010 foi alargada aos restantes Municípios do Tâmega e Douro como Amarante, Baião, Celorico de Basto, Cinfães, Marco de Canaveses e finalmente Resende, unindo num projecto supramunicipal um legado histórico e cultural comum.

Achei necessário fazer uma pequena referência ao Românico e inserir este pequeno texto na cidade de Amarante, só pelo facto de num raio de mais ou menos cinquenta quilómetros conseguir fazer a famosa Rota do Românico em alguns dias.

Não há fotos para anexar a este texto, somente entrar nos concelhos acima referidos, onde encontrarão todo o tipo de Monumentos pertencente ao Românico... e aproveitem!

Amarante, publicado em por