Caraterísticas

Farol da Guia
Farol da Guia

Local: Guia - Cascais
Altura: 28 m
Altitude: 58 m
Luz: Iso Br Vm 2s
Alcance: Br 19 M; Vm 16 M
Óptica: 3ª Ordem 500 mm
Ano: 1761

História

Já no início do século XVI a irmandade neste local, na ermida de Nossa Senhora da Guia, acendia luzes em azeite para auxílio aos navegantes. Esta ermida foi construída em 1523 em terras doadas por D. Luiz de Castro, senhor de Cascais.

Com o terramoto de 1755 esta ermida e a torre ficaram muito danificadas, sofrendo grandes obras de reconstrução.

No século XIX a torre foi revestida por azulejos brancos, revestimento que foi renovado em 2003.

Em 25 de Setembro de 1879, o farol é dotado de uma óptica de tambor de Fresnel, de 3ª ordem, com um candeeiro a gás produzido do petróleo. Este seria substituído por um de duas torcidas em 1897.

Por motivo da Primeira Grande Guerra Mundial, este farol esteva apagado entre 1914 e 1918.

Sendo substituído em 1938 por um eclipsor a gás, é electrificado em 1957. Em 1982 é automatizado, sendo controlado na central em Paço de Arcos.

A Entrada no Rio Tejo

Alinhamento de faróis na entrada no Tejo

Este é um dos 5 faróis que auxiliam a entrada dos navios no Rio Tejo e no Porto de Lisboa. Veja um esquema aproximado dos alinhamentos entre esses faróis.

Localização

O Farol da Guia situa-se na povoação do mesmo nome, junto da Estrada Marginal, a cerca de 2500 metros para oeste de Cascais.

Coordenadas GPS: N 38 41.736' W 009 26.783'  (38.69560, -9.44638)

Temas / Tags

Cascais, publicado em por