Igreja de São Miguel

Com o São Miguel a manter-se na localidade como orago, na verdade este serviu para dar nome a uma capela que ali existia desde o século XIV. Entretanto, e segundo as memórias paroquiais de 1720, a dita capela sofreu uma campanha de obras de ampliação e construção de uma outra capela lateral dedicada a Nossa Senhora da Conceição, em 1554. Neste parâmetro de obras, a ampliação transformou a capela na igreja, um bem necessário para as aspirações dos Juncalenses em terem a sua própria Igreja Paroquial.

Depois do ano de 1755, em que se deu o terramoto provocando alguma destruição no templo, entre os anos de 1770 e 1780 a Igreja sofreu novamente algumas remodelações com alteração da configuração, na qual manteve até agora.

Descrição

Igreja de São Miguel
Igreja de São Miguel
Igreja de São Miguel

 

Igreja de São Miguel
Igreja de São Miguel

A Igreja de São Miguel é de planta retangular, constituída por nave e capela-mor. A sua arquitetura rococó espelha-se na decoração do portal e janelas da fachada, que é delimitada por pilastras nos cunhais e encimada por um frontão triangular. Este termina numa cruz latina e é ladeado por dois pináculos. À esquerda adossa-se a torre sineira quadrada de quatro sinos, que é rematada por uma cobertura bolbosa.

O portal em verga reta está ladeado por duas colunas e encimado por um entablamento e este por um nicho com São Miguel, todo o conjunto no estilo rococó. O nicho está ladeado por duas janelas retangulares encimadas por entablamento. O acesso ao templo é feito por quatro degraus retangulares.

Localização

Coordenadas GPS: N 39 36.173' W 008 54.065'  (39.60288, -8.90108)

Temas / Tags

Juncal, publicado em por