A cerca de dois quilómetros de Arrimal, mas ainda nos domínios desta localidade, o Arco da Memória resiste até agora mas deixou de ter a mesma função pela qual foi construído.

Arco da Memória
Arco da Memória

Atualmente a servir de testemunho decorativo, foi no entanto um marco para limitar os territórios entre Porto de Mós e Alcobaça.

Esta edificação deve-se aos monges de Cister para a marcação territorial dos seus coutos doados por D. Afonso Henriques.

Contudo este marco remonta para os finais do século XVI e princípios do século XVII, justamente para reforçar a intenção de documentar materialmente o voto do D. Afonso Henriques. Foi restaurado em 1830 por ordem de D. Miguel.

Arco da Memória
Arco da Memória

Uma construção com a pedra calcária da região, tem como medidas quatro metros de altura por três metros e sessenta e dois centímetros de largura e um metro e três centímetros de espessura.

Localização

Coordenadas GPS: N 39 30.095' W 008 53.758'  (39.50158, -8.89597)

Temas / Tags

Arrimal, publicado em por