Vista geral
Vista Geral
Vista da Porta da Vila para o Castelo e do Castelo para a Porta da Vila

A vila de Óbidos, cujo nome provém do latim ópido com o significado de "cidadela" ou "cidade fortificada", desenvolveu-se dentro das muralhas onde se mantém em grande parte no seu aspeto antigo, clássico.

Com origem na cidade romana de Eburobrittium, foi conquistada em definitivo por D. Afonso Henriques em 1148, que montou o seu acampamento, segundo a tradição, no local onde hoje está o cruzeiro poucas dezenas de metros a sul da Porta da Vila. Recebeu a sua primeira carta de foral em 1195, de D. Sancho I.

Alguns dos reis e rainhas portugueses usaram a vila para descanso ou refúgio, deixando as suas marcas à sua passagem e estadia neste local, com especial destaque para a rainha D. Leonor e para a rainha D. Catarina de Áustria, esposa de D. João III.

Foi aqui que nasceu o concelho de Caldas da Rainha, antes denominado por Caldas de Óbidos. Em tempos idos o mar chegada às proximidades da vila, tendo deixado na "Lagoa de Óbidos" a sua marca.

Em 2007 as muralhas da vila foram uma das obras distinguidas como uma das Sete Maravilhas de Portugal, evento que ocorreu no dia 7 de julho daquele ano (07/07/07).

Óbidos, publicado em por