O Engenheiro Duarte Pacheco nasceu em Loulé em 19 de abril de 1900, sendo conhecido pelas grandes obras efetuadas no nosso país. Aluno no Instituto Superior Técnico no curso de Engenharia Eletrotécnica, curso que concluiu com uma classificação elevada, foi convidado para diretor do Instituto.

Memorial a Duarte Pacheco

É de sua autoria a construção dos edifícios do Instituto e foi convidado para Ministro das Obras Públicas entre 1932 e 1936. Foi presidente da Câmara Municipal de Lisboa desde 1938.

Foi autor de diversos projetos, entre eles os Bairros Sociais de Alvalade, Encarnação, Madredeus e Caselas, em Lisboa, a Avenida de Roma, a marginal Lisboa-Cascais, a auto-estrada Lisboa-Vila Franca de Xira, o Estádio Nacional, a Fonte Luminosa, a estação marítima de Alcântara, o Parque de Monsanto. Contribuiu para a construção do aeroporto de Lisboa. Teve o seu nome atribuído ao viaduto sobre o Vale de Alcântara, início da auto-estrada de Lisboa para o Estádio Nacional, recentemente prolongada até Cascais.

Em 1943, no regresso de Vila Viçosa para Lisboa, o carro oficial onde seguia despista-se, na N4 entre Montemor-o-Novo e Vendas Novas, tendo falecido como consequência deste acidente. Neste local foi erigido este memorial comemorativo.

Localização

Coordenadas GPS: N 38 39.342' W 008 23.237'  (38.65570, -8.38728)

Temas / Tags

Vendas Novas, publicado em por