Palácio da Rosa

 

O Palácio da Rosa, situado no Bairro da Mouraria, é um palácio do século XIX mas tendo sido construído com sinais do século XVI.

Índice

Construção do Palácio

O Palácio da Rosa, situado no Bairro da Mouraria, é um palácio do século XIX mas tendo sido construído com sinais do século XVI.

No século XIV, no dia 16 de dezembro de 1393, Afonso Anes Nogueira recebeu autorização da Câmara Municipal de Lisboa para destruir casas velhas que ali existiam e fechar as ruas de acesso à Igreja de São Lourenço do Socorro. No seu lugar seriam construídas novas casas e um edifício. O objetivo desta modificação foi a beneficiação desta zona de Lisboa. Esse edifício assim construído veio mais tarde a chamar-se de Palácio da Rosa.

Destruição e Reconstrução

O edifício ficou quase totalmente destruído pelo terramoto de 1755. A sua reedificação ocorreu ainda no mesmo século.

Mudança de Donos

Como dote de casamento, este palácio, que fazia parte do morgado de S. Lourenço, passou a pertencer à casa dos Marqueses de Ponte de Lima e mais tarde aos Marqueses de Castelo Melhor, também como dote de casamento. Por esta razão o edifício também tem a designação de Palácio dos Marqueses de Ponte de Lima e dos Castelo Melhor.

Desde 1927 a 1942 o palácio pertenceu a Afonso Lopes Vieira, o escritor e poeta português, que teve aí a sua residência. Pertencendo na década de 60 à Câmara Municipal de Lisboa, foi finalmente vendido no final do século XX a um grupo hoteleiro madeirense.

A Igreja de São Lourenço manteve-se nas mãos da Câmara Municipal, apesar de integrar o conjunto.

Primeira Classificação

O palácio foi classificado como Imóvel de Interesse Municipal com o objetivo de impedir a vontade da empresa madeirense de o transformar num hotel. De pouco serviu porque, uma vez que já tinha sido feita a venda, já não seria possível tal impedimento.

Degradação

A tentativa de modificação para hotel foi dificultada porque seria obrigatória a construção de um parque de estacionamento, o que ali é praticamente impossível. O impasse daí resultante fez com que entretanto estivesse abandonado e em elevado estado de degradação.

Classificação

O conjunto formado pelo Palácio da Rosa e pela Igreja de S. Lourenço foi entretanto reclassificado como Monumento de Interesse Público, incluindo também toda a área de jardim.

Localização

Coordenadas GPS:
- DD.DDDDDº:     38.71445º  -9.13505º
- DDº MM.MMM':  N 38º 42.867'  W 009º 08.103'
- DDº MM' SS":    N 38º 42' 52.02"  W 009º 8' 6.18"

A Visitar

  • Capela de Nossa Senhora da Saúde
  • Igreja de São Cristóvão e São Lourenço
  • Palácio do Marquês de Tancos
  • Referências

    1. Câmara Municipal de Lisboa. Palácio da Rosa, incluindo a Igreja de São Lourenço e toda a área de jardim
    2. História de Portugal. Palácio da Rosa

    Temas / Tags

    Imóvel de Interesse Público, Palácios



    Santa Maria Maior, , por:



    Temas