Arco Triunfal da Rua Augusta

 

Um arco no início da rua mais importante e mais movimentada da Baixa Lisboeta, a separá-la da Praça do Comércio, foi construído no séc. XVIII, sendo concluído em 1873.

Índice

O Plano do Arco Triunfal

Arco da Rua Augusta
Arco visto da
Praça do Comércio

Após o terramoto de 1755, uma das obras que o Marquês de Pombal decidiu fazer foi um Arco Triunfal a separar a principal rua da Baixa Lisboeta, a Rua Augusta, da Praça do Comércio. A programação da construção foi iniciada em 1759 num desenho de Eugénio dos Santos.

Em 1843 as colunas já tinham chegado à cimalha, quase à altura dos prédios vizinhos. A continuação da obra obrigou a um novo concurso, sendo então efetuada pelo arquitecto Veríssimo José da Costa.

Embora o arco estivesse fechado em 1862 pelo casamento do rei D. Luís I, a obra, em estilo neoclássico, de facto só estaria terminada em 1873.

As Esculturas no Arco

A Glória, o Génio e o Valor
A Glória,
o Génio e o Valor
A Glória, o Génio e o Valor
Rio Tejo, Viriato, Vasco da Gama,
Armas de Portugal, Marquês de Pombal,
Nuno Álvares Pereira, Rio Douro
Relógio no lado norte
Relógio no
lado norte

Sobre a platibanda no topo do arco a escultura, de autoria de Célestin Anatole Calmels, mostra a Glória que coroa o Génio e o Valor. Pouco abaixo estão as esculturas de Vítor Bastos, que mostram Viriato, Vasco da Gama, o Marquês de Pombal e Nuno Álvares Pereira.

Ao centro, uma composição inclui a pedra de armas de Portugal no lado sul e um relógio no lado norte.

Além destas podemos ver ainda uma representação alegórica do rio Tejo na lateral esquerda e do rio Douro na lateral direita, ambas de autoria de Vitor Bastos. A inclusão destes rios na obra deve-se a definirem estes rios os limites do território alegadamente ocupado pelos Lusitanos.

A Legenda

Legenda

No topo do arco, por baixo da platibanda foi inscrito o texto VIRTVTIBVS MAIORVM VT SIT OMNIBVS DOCVMENTO P P D "Às Virtudes dos Maiores, para que sirva a todos de ensinamento. Dedicado a expensas públicas.". Mostra o Império Português e como este representa a descoberta de novos mundos.

Visitar o Arco da Rua Augusta

Ruinas do Convento do Carmo
Convento do Carmo e
Elevador de Santa Justa
Rua Augusta
Rua Augusta
 
Castelo de São Jorge
Castelo de São Jorge
 
Sé Patriarcal
Sé Patriarcal
 
Praça do Comércio - Leste
Praça do Comércio
Leste
Praça do Comércio - Oeste
Praça do Comércio
Oeste
Almada e Ponte 25 de Abril
Almada e
Ponte 25 de Abril

Desde 2013 é possível visitar o miradouro situado no topo do arco de onde se pode admirar uma paisagem excelente sobre o Rio Tejo, uma panorâmica sobre a margem sul e grande parte da cidade de Lisboa incluindo o Castelo de S. Jorge.

Mecanismo do relógio e do sino
Mecanismo do relógio
e do sino
Placa de explicação
Placa de explicação
do mecanismo

No andar inferior ao topo está um mecanismo que controla o relógio que se vê no exterior no lado norte do arco. Controla também os batimentos do sino a marcar o sinal horário. Este sistema funciona com dois pesos que estão ligados um ao relógio e outro ao martelo do sino por cabos de aço e o auxílio de roldanas. O sistema foi criado em 1941 por uma emrpesa que existia em Almada.

Localização

Coordenadas GPS:
- DD.DDDDDº:     38.70840º  -9.13678º
- DDº MM.MMM':  N 38º 42.504'  W 009º 08.207'
- DDº MM' SS":    N 38º 42' 30.24"  W 009º 8' 12.42"

Temas / Tags




Santa Maria Maior, , por:



Artigos Relacionados