Lisboa (Concelho), Igrejas e capelas

Igrejas e capelas


Este artigo mostra as igrejas e capelas que pode encontrar em Lisboa e que estão aqui apresentados, mostrando a sua localização no mapa.

JavaScript must be enabled in order for you to use Google Maps.
However, it seems JavaScript is either disabled or not supported by your browser.
To view Google Maps, enable JavaScript by changing your browser options, and then try again.




  • Capela de Nossa Senhora da Saúde (Santa Maria Maior) - Esta capela foi construída em 1505, sendo dedicada a São Sebastião. Tendo acolhido a imagem de Nossa Senhora da Saúde em 1662, ficou a partir daí com essa designação.
  • Capela de Nossa Senhora de Monserrate (Santo António)
  • Capela de São Sebastião (Lumiar) - Situada no centro do largo com a mesma denominação, este pequeno templo religioso do início do século XVI faz parte do conjunto do Paço do Lumiar.
  • Capela do Paço da Bemposta (Arroios) - Pertencente ao Paço da Bemposta, foi edificada no início do séc. XVIII a mando de D. Catarina, filha de D. João IV.
  • Igreja da Boa Hora (Ajuda) - Esta Igreja da Boa Hora faz parte de conjunto conventual fundado em 1758, em estilo barroco. É atualmente a Paroquial de Nossa Senhora da Ajuda.
  • Igreja da Madalena (Santa Maria Maior)
  • Igreja da Memória (Ajuda) - A construção desta igreja foi iniciada em 1760. Foi fundada por D. José I como agradecimento por ser salvo de uma tentativa de assassínio naquele local, em 1758.
  • Igreja da Penha de França (Penha de França) - Em 1597-98 iniciou-se a construção de uma ermida neste local, sendo entregue aos eremitas calçados de Santo Agostinho em 1601.
  • Igreja de Chelas (Marvila) - A Igreja de Chelas, antigo Convento de São Félix e Santo Adrião de Chelas, ficou desde 1290 a pertencer à Ordem de Santo Agostinho.
  • Igreja de Nossa Senhora da Conceição Velha (Santa Maria Maior) - Aqui existiu a Igreja de Nossa Senhora da Misericórdia de Lisboa que foi destruída pelo Terramoto de 1755. Foi construída esta igreja, dedicada a Nossa Senhora da Conceição.
  • Igreja de Nossa Senhora da Encarnação (Santa Maria Maior)
  • Igreja de Nossa Senhora da Luz (Carnide) - A antiga ermida e Igreja de Nossa Senhora da Luz foi destruída pelo terramoto de 1755, restando do original apenas o cruzeiro e a capela-mor.
  • Igreja de Nossa Senhora do Loreto (Santa Maria Maior) - A Igreja do Loreto foi mandada construir por D. João V em 1518 para acolher os italianos comerciantes em Lisboa e a pedido da comunidade italiana.
  • Igreja de Nossa Senhora do Rosário de Fátima (Avenidas Novas) - Um projeto de Porfírio Pardal Monteiro, foi o primeiro templo católico construído em Lisboa após a implantação da República.
  • Igreja de Santa Catarina (Misericórdia) - Foi edificada pelos religiosos de São Paulo da Serra de Ossa, sob o nome de Igreja do Santíssimo Sacramento, adossada ao Convento dos Paulistas.
  • Igreja de Santa Engrácia - Panteão Nacional (São Vicente) - A Igreja de Santa Engrácia foi erigida em 1568 para receber o relicário da virgem mártir Engrácia de Saragoça.
  • Igreja de Santa Isabel (Campo de Ourique) - Igreja Paroquial da antiga freguesia de Santa Isabel, é uma construção pombalina em estilo neoclássico, de grandes dimensões.
  • Igreja de Santiago (Santa Maria Maior)
  • Igreja de Santo António (Santa Maria Maior) - A Igreja de Santo António está situada a poucos metros da Sé de Lisboa. Foi dedicada a este santo por se situar, segundo a tradição, próxima do local onde ele nasceu.
  • Igreja de Santo Estêvão (Santa Maria Maior)
  • Igreja de Santos-o-Velho (Estrela) - Esta igreja foi edificada em 1147 com modificações em 1696 e restauro em 1861 e 1876 que lhe alteraram o aspeto inicial.
  • Igreja de São Cristóvão e São Lourenço (Santa Maria Maior) - Esta igreja está no local onde, segundo a tradição, existiu uma Ermida de Santa Maria de Alcamim edificada no século XIII.
  • Igreja de São Domingos (Santa Maria Maior) - Situada junto da Praça do Rossio, a igreja fez parte do convento com o mesmo nome, do qual só existe atualmente o templo religioso.
  • Igreja de São Lourenço (Carnide) - A Igreja de São Lourenço foi construída em 1342 por ordem do bispo de Lisboa D. João. No século XIV já era igreja paroquial.
  • Igreja de São Luis da Pena (Arroios) - Inaugurada em 1705, é das primeiras manifestações artísticas do barroco Joanino. Desconhece-se totalmente qualquer resenha histórica.
  • Igreja de São Miguel (Santa Maria Maior) - Esta igreja maneirista e barroca foi construída no séc. XII e reconstruída na sua totalidade no final do séc. XVII.
  • Igreja de São Roque (Misericórdia) - A Igreja de São Roque foi edificada no final do século XVI, sendo a primeira igreja em Portugal e uma das mais antigas do mundo da Companhia de Jesus.
  • Igreja de São Sebastião da Pedreira (Avenidas Novas) - De construção do século XVII, foi sido inaugurada em 1652, dedicada ao mártir São Sebastião.
  • Igreja de São Vicente de Fora (São Vicente) - Esta igreja está no local onde existiu um templo primitivo, do séc. XII, mandado construir por D. Afonso Henriques e dedicado a São Vicente.
  • Igreja do Convento da Madre de Deus (Penha de França) - A Igreja da Madre de Deus integrava o convento com o mesmo nome. Este convento foi fundado no início do século XVI, em 1509.
  • Igreja do Convento de Arroios (Arroios) - O Convento de Arroios foi edificado em 1705 para ser um Colégio Jesuítico destinado a formar padres para serem enviados para a Índia.
  • Igreja do Convento de S. Domingos de Benfica (São Domingos de Benfica)
  • Igreja do Convento dos Barbadinhos (São Vicente)
  • Igreja do Convento dos Cardaes (Misericórdia) - Uma construção do século XVII em estilo barroco, abriu no dia 8 de dezembro de 1681 com quatro monjas e a fundadora do convento.
  • Igreja do Menino-Deus (Santa Maria Maior)
  • Igreja e Convento da Graça (São Vicente) - Localizada no largo com o mesmo nome, a Igreja da Graça, que faz parte do Convento da Graça, é uma construção do século XIII.
  • Igreja Paroquial das Mercês (Misericórdia) - Esta igreja, pertencente ao Convento de Jesus, foi construída em 1615. O Convento foi inaugurado 17 anos depois.
  • Igreja Paroquial de Nossa Senhora do Amparo (Benfica) - Esta igreja foi sagrada em 10 de dezembro de 1809, segundo o arquivo paroquial, tendo as obras iniciado em 1750.
  • Igreja Paroquial de S. Paulo (Misericórdia) - A primitiva Igreja de São Paulo foi construída no século XV mas destruída pelo terramoto de 1 de novembro de 1755. Foi reconstruída em 1768.
  • Igreja Paroquial do Lumiar (Lumiar) - De nome de São João Batista, está situada no largo com o mesmo nome. O templo original foi edificado no séc. XIII em terrenos do Rei D. Afonso III.
  • Igreja Paroquial dos Anjos (Arroios) - Situada face à Avenida Almirante Reis, foi deslocada para o atual local por razões de novos arruamentos, tendo-se mantido a linha do original.
  • Igreja São José do Bairro da Boavista (Benfica) - Integrada no Bairro da Boavista, foi planeada em conjunto com o bairro no respetivo projeto habitacional.




Lisboa (Concelho), , por: