Este pelourinho diferencia-se dos outros pela sua simplicidade e por, ao contrário de degraus, ter um soco formado por um tronco cónico e liso com 70 cm de altura.

Concelho em 1514

Pelourinho de Couto de Baixo
Pelourinho e fonte
Pelourinho de Couto de Baixo
Pelourinho

Antes de 1514 Couto de Baixo pertencia ao Mosteiro de Lorvão, sendo a sede administrativa de um conjunto de terras daquele mosteiro.

A partir desse ano, Couto de Baixo torna-se sede de concelho após a outorga do foral manuelino, com a denominação de Rio de Asnos. Manteve-se nesta condição até ao século XIX em que foi extinto como concelho e passou a pertencer ao concelho de Viseu formando a sua própria freguesia com o nome de Couto de Baixo.

É atualmente uma freguesia que se juntou em 2013 com a vizinha Couto de Cima formando a freguesia Coutos de Viseu, denominação essa atribuída em 2015.

Originalidade

Situado no Largo do Pelourinho, juntamente com a Igreja Matriz e o Lavadouro, este pelourinho diferencia-se de todos os outros com a sua simplicidade e pela diferença do soco em que se ergue.

Ao contrário de ter os habituais degraus na base, estes foram substituídos por um soco super-dimensionado, formado por um tronco cónico e liso com 70 cm de altura.

Mudança do local e da base

Estando anteriormente num local um pouco afastado, mas ainda no mesmo largo, o pelourinho foi mudado para este local pelas obras de reorganização do largo e alargamento da rua, ainda no século XIX.

Os anteriores degraus que formavam a base do pelourinho eram possivelmente quatro, em que o de cima era também a base da coluna. As pedras destes degraus foram aproveitadas para o calcetamento deste espaço.

Na mudança do pelourinho para este local os degraus foram substituídos pelo soco em granito, aproveitado de um peso do lagar.

Coluna e remate

A coluna tem um fuste cilíndrico e também liso, com o topo ligeiramente maior, no qual assenta diretamente o remate sem capitel intermédio.

O remate é formado por um bloco prismático com cilindros, encimado por uma esfera achatada nos polos.

Os quatro cilindros ou colunelos abaixo da esfera, dispostos nos cantos e diametralmente opostos, são chanfrados na base.

Classificação

Este singelo pelourinho está classificado como Imóvel de Interesse Público, desde o ano de 1933.

Localização

Coordenadas GPS: N 40 39.481' W 008 00.394'  (40.65802, -8.00657)

Referências

Temas / Tags

Couto de Baixo, publicado em por

 


Os Mais Próximos

Igreja Matriz de Couto de Baixo
Igreja Matriz de Couto de Baixo
Couto de Baixo, Viseu
(32 m E)
Lavadouro Municipal
Lavadouro Municipal
Couto de Baixo, Viseu
(33 m SE)
Solar de Couto de Cima
Solar de Couto de Cima
Couto de Cima, Viseu
(1 km N)

Imóvel de Interesse Público

Pelourinhos

Pelourinho de Castro Vicente
Pelourinho de Castro Vicente
Castro Vicente, Mogadouro
Pelourinho de Sambade
Pelourinho de Sambade
Sambade, Alfândega da Fé
Pelourinho de Castelo Rodrigo
Pelourinho de Castelo Rodrigo
Castelo Rodrigo, Figueira de Castelo Rodrigo

Os Mais Vistos

Lapa de Santa Margarida
Lapa de Santa Margarida
Azeitão, Setúbal
Igreja de S. Simão
Igreja de S. Simão
Azeitão, Setúbal
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Estilo Barroco


Estilo Rococó

Fontes

Alminhas
Alminhas
Sabuzedo, Montalegre
Casa da Água
Casa da Água
Cabo Espichel, Sesimbra
Chafariz D. João V
Chafariz D. João V
Alpedrinha, Fundão

Monumento Nacional

Anta da Agualva
Anta da Agualva
Agualva-Cacém, Sintra
Anta da Barrosa
Anta da Barrosa
Vila Praia de Âncora, Caminha
Anta de Santa Marta
Anta de Santa Marta
Santa Marta, Penafiel

Solares

Alto do Senhor da Boa Morte
Alto do Senhor da Boa Morte
Vila Franca de Xira
Antigos Paços do Concelho
Antigos Paços do Concelho
Vila de Prado, Vila Verde
Casa Senhorial em Bornes
Casa Senhorial
Bornes, Macedo de Cavaleiros

São Francisco de Assis


São Martinho

Século XVIII