Esta igreja, com origem no século XII, situa-se no Lugar do Mosteiro, na freguesia de Tarouquela, e pertencia a um dos primeiros mosteiros femininos da ordem de São Bento a sul do Douro.

História

Igreja de Tarouquela
Fachada frontal
Igreja de Tarouquela
Igreja de Tarouquela

Esta igreja situa-se no Lugar do Mosteiro, na freguesia de Tarouquela, e pertencia a um dos primeiros mosteiros femininos da ordem de São Bento a sul do Douro.

Com origem no século XII, este mosteiro foi fundado por um casal, Ramiro Gonçalves e sua esposa D. Ouruana Nunes. Estes adquiriram uma herdade que tinha pertencido ao aio de D. Afonso Henriques, Egas Moniz, para ali fundarem o mosteiro. O mosteiro foi reconhecido pelo bispo de Lamego em 1171.

No final deste século ou início do seguinte dá-se início à construção da Igreja do Mosteiro. Possivelmente, segundo uma inscrição, a igreja foi concluída ou sagrada em 1214.

De 1481 a 1495 foi construída a Capela de São João Batista e pouco tempo depois foi criada a imagem da Virgem do Leite.

Entrando em declínio no século XV devido à sua situação geográfica e principalmente ao desleixo das monjas, dá-se finalmente, em 1535, a transição para um mosteiro no Porto juntamente com monjas de diversos outros mosteiros. O Mosteiro de Tarouquela passa a ser administrado por esse mesmo mosteiro do Porto.

Nos séculos XVII e XVIII é ampliada a capela-mor do Mosteiro de Tarouquela. No entanto, no final deste último século a parte conventual quase desapareceu.

A igreja é restaurada na década de 1970. Finalmente em 2014 e 2015 são feitas diversas obras de conservação pela sua integração na Rota do Românico, integração essa que já tinha acontecido em 2010.

Fachada Principal

Igreja de Tarouquela
Pormenor - Esquerda
Igreja de Tarouquela
Pormenor - Tímpano
Igreja de Tarouquela
Pormenor - Direita

Na fachada oeste salienta-se o portal principal com arquivoltas em arco quebrado assentes sobre colunas. De notar, sobre as impostas, as imagens de dois cães que seguram corpos humanos pelas pernas. Simbolizam o afastamento de forças malignas à entrada da igreja e o castigo que os pecadores podem esperar.

Os capitéis das restantes colunas são também decorados, conforme habitual neste tipo de construção, com motivos vegetalistas e animalistas. O tímpano é também decorado com motivo vegetalista.

Sobreposto ao portal nota-se um recorte sobre um friso, onde pode ter estado um alpendre.

Fachada Norte

Igreja de Tarouquela - Fachada norte
Fachada norte
Igreja de Tarouquela - Fachada norte
Norte - Capela-mor
Igreja de Tarouquela - Fachada norte
Norte - Nave da Igreja

Fachada Sul

Igreja de Tarouquela
Fachada sul
Igreja de Tarouquela
Fachada sul e Sacristia
Igreja de Tarouquela - Portal sul
Portal sul - pormenor

No lado direito vê-se a antiga capela de São João Batista, criada no final do século XV, e que atualmente é a sacristia.

Na fachada sul existe outra porta de duas arquivoltas em arco quebrado sobre colunas com capitéis e tímpano liso. As mísulas indicam que houve aqui um alpendre a proteger esta entrada lateral e a escada de acesso à torre sineira, como se nota na foto de 1960.

Sobre as mísulas existe ainda um friso, a que se sobrepõem duas pequenas janelas.

Igreja de Tarouquela - Fachada sul
Fachada sul e túmulos
Igreja de Tarouquela - Túmulos
Túmulos

Ainda na fachada sul da igreja encontramos dois túmulos de que se ignora a quem foram destinados. No entanto, os símbolos presentes nas tampas, uma espada e um báculo, podem indicar que um dos tumulados foi uma abadessa. Estes túmulos estavam no interior da igreja, tendo sido posteriormente transportados para o local atual.

Torre Sineira

Igreja de Tarouquela
Igreja e Torre Sineira

No lado sul da igreja, ligeiramente recuada, está a torre sineira quadrada com quatro sinos em arco de volta completa. É encimado por uma pirâmide ladeada por pináculos e terminada com uma cruz. O acesso à torre é feita pela escada no lado exterior sul da igreja.

Fotos antigas

Igreja de Tarouquela, 1951
Igreja
em 1951
Igreja de Tarouquela - lateral, 1960
Lateral sul da
igreja em 1960
Igreja de Tarouquela, 1962
Igreja em 1962

Estas fotos antigas, tal como as fotos de interior, foram inseridas com a devida autorização da Rota do Românico.

Interior

igreja nave
Nave da Igreja
igreja altar mor
Altar-mor
igreja sacristia
Sacristia

A igreja é de nave única e capela-mor mais baixa e mais estreita que a nave. A meio da nave, no lado esquerdo, existe outro altar também em estilo barroco tal como o altar-mor, e mais dois altares colaterais à capela-mor.

Destaca-se as esculturas beneditinas com particular relevo para os animais com a função de proteger contra o mal, dois homens com uma cabeça, um homem entre duas aves, uma sereia, serpentes, palmetas e motivos geométricos.

A separar a nave da capela-mor, no arco triunfal, quebrado, salienta-se a decoração com vestígios de uma pintura policroma.

Rota do Românico

Esta igreja faz parte da Rota do Românico, sendo o número 26 do Percurso do Vale do Douro.

Classificação

Esta igreja está classificada como Monumento Nacional desde 1945.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 04.183' W 008 11.273'  (41.06972, -8.18788)

Referências

Tarouquela, publicado em por

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Recentes