Igreja e Convento do Carmo
Igreja e Convento do Carmo
Igreja e Convento do Carmo

Mais outro conjunto conventual existente na cidade desde o século XVII, com as obras a começarem em 1621 e a parte conventual a terminar em 1628, enquanto que a igreja foi construída entre 1634 e 1647, ano em que abriu ao culto. Seguiu a linha de construção das Igrejas Conventuais Carmelitas, com uma planta de cruz latina de transepto reduzido e as naves com capelas comunicantes cobertas por abóbadas de berço.

A fachada, segundo as linhas anticlássicas, apresenta um modelo austero, sóbrio e uma verticalidade e simplicidade no que respeita aos elementos decorativos. Esta está dividida em três panos, em cunhais de cantaria encimados por pináculos. À direita apresenta as antigas dependências conventuais, estando à esquerda e num plano um pouco recuado a torre sineira. Ao centro, possui três portas em arco de volta perfeita, correspondendo a maior à porta central encimada por uma janela que ilumina o interior do templo, estando estas ligadas por um nicho com a imagem da Nossa Senhora do Carmo. Termina com frontão triangular em que ao centro se abre uma janela circular. Nas aletas laterais abrem-se duas portas de verga reta.

Dois anos depois de 1834, em que as Ordens Religiosas foram extintas, a igreja foi cedida à Confraria da Nossa Senhora do Carmo, enquanto as dependências conventuais foram adquiridas pelo Visconde de Porto Covo. Atualmente este espaço funciona como seminário desde o ano de 1953.

Este templo está na lista dos Imóveis de Interesse Público.

Coordenadas GPS: N 41 41.798' W 008 49.395'  (41.69663, -8.82325)
Viana do Castelo, publicado em por

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Recentes