Casa Grande de Romarigães
Casa Grande de Romarigães
Casa Grande de Romarigães - janela
Casa Grande de Romarigães - capela

A Casa Grande de Romarigães é a prova existencial de que não passa só do título de um livro, cujo autor se denomina de Aquilino Ribeiro. A freguesia existe, a casa ainda continua grande, não talvez nas melhores condições, mas existe, contrariando aqueles leitores de que pensavam que o título do romance não passava simplesmente de ficção. O amor do escritor por esta zona do Alto Minho foi tão grande que o resolveu homenagear através de um livro.

A Casa Grande, assim ficou para sempre, é um edifício do século XVII, época em que se instituiu o vínculo de Nossa Senhora do Amparo, nome este dado à capela da casa. Passou por momentos conturbados quando a Família Meneses de Montenegro perdeu a casa num processo judicial, acabando por ir para a posse do escritor Aquilino Ribeiro, através do casamento com a filha de Bernardino Machado. Sofreu restauro já no século XX.

A casa, com portão ao centro, apresenta-se de um lado uma casa de planta quadrada de dois pisos e do outro lado a igreja. Esta foi edificada no ano de 1700, apresenta-se com um portal de verga reta delimitada por pilastras rematadas por pináculos. O portal está ladeado por duas janelas idênticas com frontão de alestas. É encimado por três nichos com os respetivas imagens de santos e um óculo central profundamente decorado. A empena é rematada por um campanário quadrado.

Entretanto "A Grande Casa de Romarigães", está classificada como Imóvel de Interesse Público, desde o ano de 1986.

Coordenadas GPS: N 41 52.020' W 008 37.539'  (41.86700, -8.62565)

Temas / Tags

Romarigães, publicado em por

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar


Os Mais Próximos


Cividade do Cossourado
Cossourado, Paredes de Coura
(6 km N)

Igreja Paroquial do Cossourado
Cossourado, Paredes de Coura
(6 km N)

Capela do Espírito Santo
Paredes de Coura
(7 km NE)

Paços do Concelho
Paredes de Coura
(7 km NE)

Pelourinho de Paredes de Coura
Paredes de Coura
(7 km NE)

Imóvel de Interesse Público

Nossa Senhora do Amparo

Século XVII

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Bibliotecas

Monumento Nacional


Anta da Agualva
Agualva-Cacém, Sintra

Anta da Barrosa
Vila Praia de Âncora, Caminha

Anta de Santa Marta
Santa Marta, Penafiel

Nossa Senhora da Conceição

Santa Ana


Capela de Santa Ana
Tourém, Montalegre

Capela de Santa Ana
Safara, Moura

Capela de Santa Ana
São Martinho de Mouros, Resende

São Clemente


São Jorge


Calhau de São Jorge
São Jorge, Santana

Capela de São Jorge
Vale de Todos, Ansião

Castelo de S. Jorge
Santa Maria Maior, Lisboa

Farol de São Jorge
São Jorge, Santana

Igreja Matriz de São Jorge
São Jorge, Santana

Século XIII

Século XVIII

Torre Sineira


A nossa Igreja
Freches, Trancoso

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Antiga Matriz de Alcoentre
Alcoentre, Azambuja

Antigos Paços do Concelho
Castelo Novo, Fundão

Árvores Protegidas


Jardim Municipal
Paços de Ferreira

Jardim da Luz
Carnide, Lisboa