Sanctus Salvator e Barveita, assim aparece referenciada na relação das igrejas, pertencendo integralmente ao bispado de Tui e elaborada um pouco antes ou depois de D. Sancho III mandar realizar as Inquirições.

Exterior

Igreja Paroquial de Barbeita
Igreja Paroquial de Barbeita
Igreja Paroquial de Barbeita

Inserida em meio rural, com adro fronteiro e espaço envolvente murado, apresenta uma planta organizada segundo o modelo da Igreja de S. Victor em Braga. No mesmo eixo situam-se a única nave, capela-mor e torre. Do lado nascente anexam-se algumas capelas e sacristias. As coberturas escalonadas são a duas e três águas.

A igreja é construída em cantaria autoportante de granito aparente, cuja fachada principal, orientada a sul, é marginada por cunhais que sustentam frontão triangular encerrando o óculo circular e rematado por cruz latina no vértice e pináculos piramidais boleados na extremidade.

A entrada faz-se por um portal delimitado por dois pares de pilastras sopesando frontão de enrolamentos interrompido por nicho com imagem, sobreposto por uma pedra de armas reais ladeadas por dois óculos também circulares.

Interior

No interior revela a Capela de Bom Jesus, com a sua abóbada de cruzaria de ogivas e revestimento das paredes com azulejos do século XVII. Inéditos são os retábulos barrocos em pedra imitando as entalhados com as suas colunas de fuste helicoidal e ornamentadas com pinturas policromadas.

Destaque para o sacrário do altar-mor com imaginária sagrada esculpida em pedra.

Localização

Coordenadas GPS: N 42 03.792' W 008 24.312'  (42.06320, -8.40520)

Temas / Tags

Barbeita, publicado em por