Chafariz do Terreiro, assim denominado pela antiguidade, Chafariz da Praça Municipal conhecido na atualidade. Posicionado mesmo no centro da praça da vila, o Largo do Terreiro, este chafariz surgiu no ano de 1551 no programa de desenvolvimento estrutural da própria vila, correspondendo por isso à necessidade de abastecimento de água à população, uma vez que esta se deslocava para fora da vila na obtenção deste líquido.

Chafariz do Terreiro

O nome por detrás deste chafariz leva como graça João Lopes, mais conhecido como o Velho, recorrendo a um modelo piramidal desenvolvido anteriormente pelo Mestre em fontanários como os do Porto e Pontevedra.

O chafariz baseia-se num grande tanque que assenta numa escadaria tripartida semi-circular de seis degraus, elevando-se no centro deste um pilar que suporta duas taças cimeiras, sendo a de cima mais pequena. As taças estão separadas por uma coluna abalaustrada, também mais pequena.

As taças estão decoradas por dez mascarões, sendo a maior decorada por seis e a mais pequena decorada por quatro. Estas servem para a saída da água. No centro da taça mais pequena, a base é formada por pequenas máscaras, sendo estas também condutoras de água, rematada por um pináculo com figuras zoomórficas e com o escudo da localidade para a qual foi feito.

Este centro está classificado na lista dos Monumentos Nacionais desde o ano de 1910.

Coordenadas GPS: N 41 52.534' W 008 50.315'  (41.87557, -8.83858)

Temas / Tags

Caminha, publicado em por