A Igreja Matriz de Muge, dedicada a Nossa Senhora da Conceição, foi edificada em 1297 e sujeita a profundas obras no século XVII e seguintes.

Origem da Igreja

No século XIII existiu o problema de haver uma grande afluência de colonos a Muge que, como não havia igreja, não pagavam o dízimo.

Assim, por ordem do bispo de Lisboa, o pároco de Salvaterra fez construir ali uma igreja, o que aconteceu em 1297.

As Capelas Originais

Possivelmente, no século XIV a igreja era constituída pela nave única com três capelas, sendo a capela-mor dedicada a Santa Maria e as laterais dedicadas a S. Pedro e S. João Batista.

No século XVII a capela-mor foi demolida para se construir o retábulo que ainda hoje ali existe.

Obras de Recuperação

No início do século XVIII a igreja encontrava-se num estado de ruína. A Câmara de Salvaterra obriga o Mosteiro de Alcobaça, que mantinha todos os direitos de padroado sobre esta igreja, a executar obras de recuperação.

Nestas obras, concluídas em 1719, foram feitas grandes modificações e melhoramentos nas capelas laterais e substituído o campanário medieval por uma torre sineira.

As obras de recuperação e melhoramento da igreja duraram todo o século XIX, sem serem capazmente concluídas. Por este motivo a Junta da Paróquia, em 1899, decide fazer um restauro profundo, sendo também acrescentada uma torre, e ficando desde então como está hoje, bastante diferente do original.

Frontaria da Igreja

Quando vemos a frontaria da igreja a primeira sensação visual que temos é a imensidão de óculos e janelas. De facto, na frontaria, existe a porta, três janelas retangulares, nove janelas circulares e as duas aberturas das torres sineiras.

A frontaria está dividida em três panos, sendo os dois laterais ocupados pelas torres sineiras encimadas por pináculos nos cantos. Os panos laterais, idênticos, são limitados por pilastras, as laterais dos cunhais limitam a igreja. Abaixo das quatro faces dos sinos cada torre está dividida em dois pisos, o térreo com um óculo e o superior com dois óculos, todos circulares. No óculo superior da torre da esquerda a janela foi substituída por um relógio.

O pano central é centralizado pela porta principal simples de moldura reta, ladeada por duas janelas em óculo, circulares. Sobre o friso correspondente à separação dos dois pisos existem três janelas protegidas por sacada metálica. A janela central, em arco abatido, é sobrepujada por um tímpano da mesma forma. As duas laterais são em verga reta e sobrepujadas por tímpano triangular.

O segundo piso é separado da parte superior por uma arquitrave a toda a largura do edifício, sendo a pano central sobrepujado por frontão triangular com um óculo circular e uma cruz.

Interior da Igreja

A igreja é constituída por nave única e capela-mor, que é ladeada por dois altares e duas capelas.

As paredes estão cobertas de azulejos até cerca de um metro de altura.

Localização

Coordenadas GPS: N 39 06.326' W 008 42.679'  (39.10543, -8.71132)

Referências

Temas / Tags

Muge, publicado em por

 


Os Mais Próximos


Coreto de Muge
Muge, Salvaterra de Magos
(23 m NW)

Palácio da Casa Cadaval
Muge, Salvaterra de Magos
(284 m N)

Ponte Romana de Muge
Muge, Salvaterra de Magos
(388 m N)

Ponte Rainha D. Amélia
Muge, Salvaterra de Magos
(2 km W)

Porto do Rio Tejo
Porto de Muge, Cartaxo
(2 km W)

Igreja Matriz


Igreja Matriz de Arcas
Arcas, Macedo de Cavaleiros

Igreja Matriz de Santiago de Riba-Ul
Santiago de Riba-Ul, Oliveira de Azeméis

Igreja Matriz de Monte do Trigo
Monte do Trigo, Portel

Nossa Senhora da Conceição

Século XIII


Igreja Matriz de Paradela
Paradela, Miranda do Douro

Ponte Romana de D. Goimil
Custóias, Matosinhos

Capela do Anjo da Guarda
Arcozelo, Ponte de Lima

Torre Sineira


Torre do Relógio


Igreja Matriz de Muge
Muge, Salvaterra de Magos

Largo de São Sebastião
Pico de Regalados, Vila Verde

Torre da Paz
Benfeita, Arganil

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Aqueduto das Águas Livres


Aqueduto da Venteira
Venteira, Amadora

Aqueduto do Olival do Santíssimo
Almargem do Bispo, Sintra

Aqueduto em São Domingos
São Domingos de Benfica, Lisboa

Aqueduto na Mina de Água
Mina de Água, Amadora

Coretos


Capela Corpo de Deus
Pinhão, Oliveira de Azeméis

Coreto
Chamusca

Coreto
Arraiolos

Fortes e fortalezas


Mala-Posta


Estação da Mala-Posta do Curval
Pinheiro da Bemposta, Oliveira de Azeméis

Monumento Nacional


Anta da Agualva
Agualva-Cacém, Sintra

Anta da Barrosa
Vila Praia de Âncora, Caminha

Anta de Santa Marta
Santa Marta, Penafiel

Poço e Nora


Bomba e Poço de Água
Gaeiras, Óbidos

Bomba e Poço de Água
Aldeia Galega da Merceana, Alenquer

Fonte e Lavadouro Público de Sapataria
Sapataria, Sobral de Monte Agraço

Largo da Aldeia
Póvoa, Miranda do Douro

Sepulturas


Alto do Senhor da Boa Morte
Povos, Vila Franca de Xira

Arcas Tumulares
Cete, Paredes

Estação arqueológica
Alcalar, Portimão

Igreja de Santa Maria
Verim, Póvoa de Lanhoso

Solares


Alto do Senhor da Boa Morte
Povos, Vila Franca de Xira

Antigos Paços do Concelho
Vila de Prado, Vila Verde

Casa Senhorial
Bornes, Macedo de Cavaleiros

São Francisco de Assis

Século XIV