A Igreja do Salvador de Cabeça Santa foi fundada por D. Mafalda, filha de D. Sancho I e neta de D. Afonso Henriques, durante o segundo quartel do século XIII., .

Descrição

Igreja do Salvador - oeste
Fachada oeste
Igreja do Salvador - este e sul
Fachada sul
Igreja do Salvador - sul
Fachada sul

Foi referida nas inquirições de 1258 como "Igreja do Salvador da Gândara", designação esta que se manteve até ao século XVII, época em que começou a ser também designada por "Cabeça Santa" devido a um crânio exposto num altar na nave da igreja e que estava guardado num relicário de prata.

As caraterísticas da igreja e as suas semelhanças com outros monumentos indicam que a construção desta deve ter ocorrido no início do século XIII.

Igreja do Salvador - portal oeste
Portal oeste
Igreja do Salvador - portal oeste - pormenor
Capitéis e bases

Sendo o portal principal, no lado oeste, destinado aos momentos mais solenes, como saída e entrada de procissões ou momentos de maior solenidade, a Porta do Céu ou Pórtico da Glória, ali se concentravam as esculturas com temas sagrados e para proteger de todos os males a entrada, com animais assustadores ou poderosos ou ainda sinais mágicos.

 
Igreja do Salvador - portal sul
Porta sul
Igreja do Salvador - portal sul - pormenor
Capitéis e bases
Igreja do Salvador - sul
Fachada lateral sul e torre

A fachada sul mostra mísulas e um lacrimal, evidenciando a anterior presença de um alpendre, sendo destinado à população para ritos funerários ou para reuniões ou abrigo.

A remodelação previa que a torre sineira adossada à igreja fosse demolida, mas a população fez com que tal não acontecesse, sendo a torre desmontada e reconstruída um pouco afastada da igreja, mas ainda dentro do adro.

Igreja do Salvador - este
Adro da igreja
Igreja do Salvador - arcas tumulares
Arcas tumulares

No adro da igreja encontramos sepulturas escavadas na rocha num afloramento granítico e três arcas tumulares medievais.

Interior

O interior da igreja é simples, quase sem decoração nem altares laterais. No entanto importa salientar que esta ausência resulta do restauro no século XX. Existe uma capela lateral dedicada a Nossa Senhora do Rosário, no lado esquerdo da igreja junto da capela-mor, com uma decoração em talha dourada, azulejos e pau-preto, em estilo próprio da época barroca.

Igreja do Salvador - foto antiga
Igreja do Salvador - capela lateral
Igreja do Salvador - nave
Igreja do Salvador - arco triunfal
Igreja do Salvador - capela lateral
Fotos antigas e de interior inseridas com a devida autorização da Rota do Românico

Rota do Românico

A Igreja do Salvador de Cabeça Santa faz parte da Rota do Românico, pertencendo originalmente ao Percurso do Vale do Sousa. Atualmente é o número 22 do Percurso do Vale do Tâmega.

Classificação

Esta igreja foi classificada como Monumento Nacional em 1927.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 07.916' W 008 16.801'  (41.13193, -8.28002)

Temas / Tags

Cabeça Santa, publicado em por

 


Os Mais Próximos

Sepulturas Medievais
Sepulturas Medievais
Cabeça Santa, Penafiel
(34 m E)
Sepulturas Medievais
Sepulturas Medievais
Perozelo, Penafiel
(2 km NE)
Parque Urbano Padre Serra
Parque Urbano Padre Serra
Boelhe, Penafiel
(3 km E)
Igreja de Boelhe
Igreja Românica de São Gens
Boelhe, Penafiel
(3 km E)
Castro do Monte Mozinho
Castro do Monte Mozinho
Galegos, Penafiel
(3 km NW)

Igreja Matriz

Igreja Paroquial do Beco
Igreja Paroquial do Beco
Beco, Ferreira do Zêzere
Igreja Matriz da Atalaia
Igreja Matriz da Atalaia
Atalaia, Vila Nova da Barquinha

Monumento Nacional

Quinta da Bacalhôa
Quinta da Bacalhôa
Azeitão, Setúbal
Chafariz dos Canos
Chafariz dos Canos
Torres Vedras
Castelo
Castelo de Castelo Bom
Castelo Bom, Almeida

O Românico na Europa e em Portugal

Torre do Castelo
Torre do Castelo
Aguiar de Sousa, Paredes
Igreja do Salvador
Igreja do Salvador
Freixo de Baixo, Amarante
Igreja Matriz de Mourilhe
Igreja Matriz de Mourilhe
Mourilhe, Montalegre
Igreja Matriz de Bravães
Igreja Matriz de Bravães
Bravães, Ponte da Barca

Percurso do Vale do Tâmega

Ponte Românica
Ponte Românica
Rua, Amarante
Igreja de Soalhães
Igreja de Soalhães
Soalhães, Marco de Canaveses
Igreja de Tabuado
Igreja de Tabuado
Tabuado, Marco de Canaveses
Igreja do Salvador
Igreja do Salvador
Lufrei, Amarante
Mosteiro de Vila Boa do Bispo
Mosteiro de Vila Boa do Bispo
Vila Boa do Bispo, Marco de Canaveses

Rota do Românico

Torre do Castelo
Torre do Castelo
Aguiar de Sousa, Paredes
Memorial de Alpendorada
Memorial de Alpendorada
Vila de Alpendorada, Marco de Canaveses
Igreja de São Mamede de Vila Verde
Igreja de São Mamede de Vila Verde
Vila Verde e Santão, Felgueiras
Ponte de Espindo
Ponte de Espindo
Meinedo, Lousada

Senhor Jesus

Igreja do Divino Salvador
Igreja do Divino Salvador
Valdreu, Vila Verde
Capela de Atenor
Capela de Santo Cristo
Atenor, Miranda do Douro
Capela do Senhor dos Passos
Capela do Senhor dos Passos
Vilar de Mouros, Caminha
Santuário do Senhor do Calvário
Santuário do Senhor do Calvário
Matacães, Torres Vedras

Sepulturas

Pia dos Mouros
Pia dos Mouros
Castelo de Paiva
Sepultura Antropomórfica
Sepultura Antropomórfica
Genísio, Miranda do Douro
Necrópole de Vale Fuzeiros
Necrópole de Vale Fuzeiros
Vale Fuzeiros, Silves
Necrópole de Mondim
Necrópole de Mondim
Panque, Barcelos

Século XIII

Torre Sineira


Os Mais Vistos

Lapa de Santa Margarida
Lapa de Santa Margarida
Azeitão, Setúbal
Igreja de S. Simão
Igreja de S. Simão
Azeitão, Setúbal
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Conventos e Mosteiros

Estilo Barroco

Igreja e Hospital da Misericórdia

Imóvel de Interesse Público


Ruínas Romanas

Balneário Termal Romano
Balneário Termal Romano
Longroiva, Mêda
Cidade Romana Ammaia
Cidade Romana Ammaia
São Salvador da Aramenha, Marvão

Santa Quitéria

Capela de Santa Quitéria
Capela de Santa Quitéria
Aveiras de Cima, Azambuja
Paços do Concelho
Paços do Concelho
Mondim de Basto
Santuário de Santa Quitéria
Santuário de Santa Quitéria
Santa Quitéria, Arganil

Século XVIII