Igreja de São Mamede
Igreja de São Mamede - Lateral norte
Igreja de São Mamede - Lateral sul
Igreja de São Mamede - Paisagem

A Igreja de São Mamede de Vila Verde está situada num local elevado em frente a uma bela paisagem do vale de Vila Verde.

Encontrou-se uma referência a esta igreja nas Inquirições de 1220 quando ainda integrava o padroado do Mosteiro de Santa Maria de Pombeiro.

A igreja original foi reformada no século XIV e, embora tenha sido construída na época gótica, ainda mantém sinais da arquitetura românica.

Igreja de São Mamede - interior

É constituída por nave única retangular com cabeceira também retangular situada num nível mais baixo em relação ao corpo da igreja. Notam-se na capela-mor pinturas do século XVI, embora muito degradadas, que foram encomendadas pelos abades do Mosteiro de Pombeiro. Nestas pinturas podem ainda ver-se motivos vegetalistas e geométricos e, na parede de fundo, as imagens de dois santos que poderão representar São Bento e São Bernardo.

Nota-se ainda a presença de outra pintura que os estudos indicam ser de São Mamede, orago da igreja. As pinturas da nave da igreja podem datar da mesma época.

Igreja de São Mamede - sineira

A frente da igreja é simples, composta apenas pelo portal sobreposto de um arco perfeito a que se sobrepõe uma pequena janela também em arco perfeito e uma pequena sineira encimada por uma cruz.

Na lateral norte vê-se outra porta em arco quebrado e uma porta curiosamente num plano elevado sem qualquer escada de acesso que poderá ter existido numa fase anterior. Na lateral sul existe apenas uma pequena fresta.

Estão alguns túmulos de pedra no exterior da igreja. Completa o templo um anexo no lado norte da capela-mor.

A capela e o espaço que a rodeia foi recentemente objeto de requalificação e melhoramentos, o que incluiu a reconstrução da capela que estava em ruínas.

Ruínas da Igreja
Ruínas da Igreja
Ruínas da Igreja
Ruínas da Igreja

(Fotos antigas inseridas com a devida autorização de Rota do Românico)

Igreja de São Mamede - placa

Esta igreja faz parte da Rota do Românico, sendo o número 6 no Percurso do Vale do Sousa.

Coordenadas GPS: N 41 18.289' W 008 10.925'  (41.30482, -8.18208)

Temas / Tags

Vila Verde e Santão, publicado em por

 


Os Mais Próximos


Igreja de Santa Maria de Airães
Airães, Felgueiras
(2 km NW)

Torre de Vilar
Vilar do Torno e Alentém, Lousada
(3 km SW)

Ponte da Veiga
Torno, Lousada
(3 km W)

Mosteiro de São Salvador
Travanca, Amarante
(3 km S)

Igreja de Mancelos
Mancelos, Amarante
(4 km SE)

O Românico na Europa e em Portugal


Igreja Velha de São Cipriano
Tabuadelo, Guimarães

Igreja de Santa Eulália do Mosteiro de Arnoso
Arnoso, Vila Nova de Famalicão

Igreja Paroquial de Souto de Lafões
Souto de Lafões, Oliveira de Frades

Percurso do Vale do Sousa


Igreja do Salvador de Unhão
Unhão e Lordelo, Felgueiras

Igreja de São Vicente de Sousa
Torrados e Sousa, Felgueiras

Rota do Românico


Igreja de São Vicente de Sousa
Torrados e Sousa, Felgueiras

Torre de Vilar
Vilar do Torno e Alentém, Lousada

Memorial de Alpendorada
Vila de Alpendorada, Marco de Canaveses

Mosteiro de São Salvador
Travanca, Amarante

São Mamede


Igreja de São Mamede de Vila Verde
Vila Verde e Santão, Felgueiras

Capela de S. Mamede
Frades, Póvoa de Lanhoso

Igreja Matriz de Guide
Guide, Mirandela

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Estilo Barroco

Igreja Matriz


A Igreja Matriz, a Albergaria
Arrifana, Vila Nova de Poiares

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Capela da Senhora da Soledade
Olhão da Restauração, Olhão

Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Santo Quintino, Sobral de Monte Agraço

Imóvel de Interesse Público

Pelourinhos


Pelourinho
Castelo Bom, Almeida

Pelourinho
Castelo Mendo, Almeida

Pelourinho
Terena, Alandroal

Santa Luzia


Capela de Santa Luzia
Vila Nova de Foz Côa

Capela de Santa Luzia
Pedrógão, Vidigueira

Capela de Santa Luzia
Ferreiros, Amares

Século XVI