Forte da Roca
Forte da Roca
Forte da Roca - Vista a Norte
Forte da Roca - Vista a Sul
Forte da Roca - Acesso
Forte da Roca - Acesso

No século XVII foi construído este forte como defesa da entrada de piratas e corsários em Lisboa. Situado um pouco a sul do Cabo da Roca, teve a denominação de Forte da Roca ou Forte da Nossa Senhora da Roca, ou ainda Forte do Espinhaço. Atualmente é uma ruína de que mais nada resta a não uma pequena parte das paredes.

A primeira referência que se conhece deste forte é uma planta, datada de 1692, do Arquivo da Casa do Cadaval, mas o forte deve ser de construção muito anterior. Segundo Carlos Pereira Callixto, 1980, o forte foi construído pelo Conde de Cantanhede, D. António Luís de Meneses, no final do reinado de D. João IV ou nos de seus dois filhos, D. Afonso VI ou D. Pedro II. A ser verdade, a construção deste forte fez parte de um conjunto de fortificações destinadas a proteger a costa marítima pela guerra da independência, após a revolução de 1640.

Estando situado numa zona de difícil acesso o forte entrou em decadência estando em 1751, segundo um inspetor do reino, bastante degradado. No entanto terá havido obras de recuperação porque em 1777 o paiol encontrava-se em boas condições, com diversas peças de artilharia. Mesmo com mais algumas obras no início do séc. XIX, em 1813 já não havia ali quaisquer armas ou as existentes estavam velhas. Em 1829 já não era referido no seu papel militar o que levou a que fosse abandonado.

Segundo a descrição no séc. XVIII, referia-se um forte pequeno, dependências anexas para alojamento, armazém e paiol. A guarnição, segundo documentos na Torre do Tombo, era composta por 5 soldados, 2 artilheiros e um cabo, com 4 peças de ferro e 1 de bronze.

Acede-se pela Rua da Paredinha, em Azóia, que termina em N 38 46.227' W 009 29.438'.

Coordenadas GPS: N 38 46.187' W 009 29.628'  (38.76978, -9.49380)

Temas / Tags

Cabo da Roca, publicado em por

 


Os Mais Próximos

Farol do Cabo da Roca
Farol do Cabo da Roca
Cabo da Roca, Sintra
(1 km N)
Fonte dos Noivos em Eugaria
Fonte dos Noivos em Eugaria
Colares, Sintra
(6 km NE)
A Praia das Maçãs
A Praia das Maçãs
Praia das Maçãs, Sintra
(7 km N)
Elétrico da Praia das Maçãs
Elétrico da Praia das Maçãs
Praia das Maçãs, Sintra
(7 km N)
Tholos da Praia das Maçãs
Tholos da Praia das Maçãs
Praia das Maçãs, Sintra
(7 km N)

Fortes e fortalezas

Outras Devoções a Nossa Senhora

Século XVII

Os Mais Vistos

Lapa de Santa Margarida
Lapa de Santa Margarida
Azeitão, Setúbal
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho
Igreja de S. Simão
Igreja de S. Simão
Azeitão, Setúbal
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Aquários

Conventos e Mosteiros

Fontes

Alminhas
Alminhas
Sabuzedo, Montalegre
Casa da Água
Casa da Água
Cabo Espichel, Sesimbra
Chafariz D. João V
Chafariz D. João V
Alpedrinha, Fundão

Igreja Matriz

Igreja Matriz de Arrifana
A Igreja Matriz, a Albergaria
Arrifana, Vila Nova de Poiares
Antiga Igreja Matriz
Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar
Capela da Senhora da Soledade
Capela da Senhora da Soledade
Olhão da Restauração, Olhão
Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Santo Quintino, Sobral de Monte Agraço

Imóvel de Interesse Público


Monumento Nacional

Anta da Agualva
Anta da Agualva
Agualva-Cacém, Sintra
Anta da Barrosa
Anta da Barrosa
Vila Praia de Âncora, Caminha
Anta de Santa Marta
Anta de Santa Marta
Santa Marta, Penafiel
Anta do Tapadão
Anta do Tapadão
Aldeia da Mata, Crato

Nossa Senhora da Conceição

São Francisco de Assis

Século XIX

Século XVI