Pelourinho

 

Desde 960 até 1449, ano em que Almendra se tornou Concelho sob a designação de Almendra e Castelo Melhor, depois de muitas passagens de mãos através de doações, testamentos e finalmente a decisão de pertencer ao território Português, com o tratado entre os Monarcas de então.

Sendo Concelho, Almendra viu-se finalmente ser compensada com o esperado foral concedido pelo Rei D. Manuel em 1510.

O Pelourinho ergue-se na praça central desta vila, sobre um soco de quatro degraus octogonais de pedra aparelhada, acrescidos de um quinto que forma a base do fuste, levanta-se o conjunto da coluna, capitel e remate. A coluna possui fuste oitavado e liso e é rematado por uma moldura decorativa igualmente oitavada a pouca distância do topo, criando uma espécie de colarinho ou arremedo de capitel, encimado por ábaco oitavado.

O remate é em gaiola, constituída por oito colunelos entre dois troncos de pirâmide oitavados, sendo o da base invertido. Esta mesma base, moldurada, é decorada com elementos vegetalistas e cabecinhas de anjos. Os colunelos são cilíndricos, assentes em pequena mísulas e rematados por cogulhos no topo. O chapéu da gaiola, em pirâmide oitavada de faces lisas, assenta num colunelo central, também cilíndrico e liso. O coroante é feito por uma pequena esfera armilar encimada por uma diminuída peça terminal.

Este pelourinho está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Coordenadas GPS: N 41 00.077' W 007 03.355'  (41.00128, -7.05592)
Almendra, publicado em por

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar


Os Mais Próximos


D. Manuel I
Almendra, Vila Nova de Foz Côa
(16 m S)

Capela de Nossa Senhora do Socorro
Almendra, Vila Nova de Foz Côa
(122 m W)

Igreja Matriz de Almendra
Almendra, Vila Nova de Foz Côa
(175 m W)

Solar de Visconde de Almendra
Almendra, Vila Nova de Foz Côa
(195 m SE)

Capela de Nossa Senhora da Misericórdia
Almendra, Vila Nova de Foz Côa
(210 m SE)

Imóvel de Interesse Público


Capela de São Miguel
Avô, Oliveira do Hospital

Forte do Cão
Âncora, Caminha

Forte da Barra de Aveiro
Gafanha da Nazaré, Ílhavo

Pelourinhos

Século XVI

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Igreja Matriz


A Igreja Matriz, a Albergaria
Arrifana, Vila Nova de Poiares

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Capela da Senhora da Soledade
Olhão da Restauração, Olhão

Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Santo Quintino, Sobral de Monte Agraço

Monumento Nacional


Anta da Agualva
Agualva-Cacém, Sintra

Anta da Barrosa
Vila Praia de Âncora, Caminha

Anta de Santa Marta
Santa Marta, Penafiel

Nossa Senhora das Candeias


Igreja Matriz de Atenor
Atenor, Miranda do Douro

O Românico na Europa e em Portugal


Antigos Paços do Concelho
Castelo Novo, Fundão

Capela das Almas
Viana do Castelo

Capela de Fandinhães
Paços de Gaiolo, Marco de Canaveses

Rota do Românico


Capela de Fandinhães
Paços de Gaiolo, Marco de Canaveses

Castelo de Arnóia
Arnóia, Celorico de Basto

Santa Clara de Assis

São Roque

Século XVII

 

 


..