A devoção das gentes desta freguesia concentra-se na Senhora de Lagoa e na ermida de sua invocação, situada no lugar de Argomil.

Origem da Devoção

Capela de Nossa Senhora da Alagoa

Na base da edificação do templo está uma lenda que fala de uma pequena pastora e de uma imagem da Virgem que a ajudou a sair de aflitiva situação, após ter caído à lagoa. Depois de o pároco de Pera do Moço ter confirmado a veracidade da história, a imagem foi conduzida para aquela aldeia, só que desapareceu misteriosamente, vindo a ser encontrada no primitivo lugar.

Tem uma irmandade e concorrida romaria anual, realizada em 8 de Setembro. Depois de Nossa Senhora das Fontes é Nossa Senhora de Lagoa a mais celebrada do concelho de Pinhel, atraindo, durante a sua festa, verdadeiras multidões de devotos tanto de Pinhel como da Guarda.

Descrição

Implantada no alto de um planalto e com a lagoa que lhe deu o nome beijando-lhe os pés, a ermida é vasta e espaçosa.

No púlpito vê-se gravado o ano de 1760 que poderá ser a data da fundação ou de uma reedificação. No corpo da capela há dois altares, góticos, encostados ao arco principal, o da direita dedicado a Santa Ana, o da esquerda, a Nossa Senhora de Lourdes.

No altar-mor preside a imagem de Nossa Senhora da Lagoa, vestida de manto e túnica de cor azul. Ladeiam-na dois nichos onde figuram o Sagrado Coração de Jesus e Santa Teresinha. O "Santuário Mariano" de Frei Agostinho de Santa Maria refere-se a esta ermida.

(Inserido sem identificação do autor)

Localização

Coordenadas GPS: N 40 36.658' W 007 11.073'  (40.61097, -7.18455)

Temas / Tags

Argomil, publicado em por