Situado na Rua Sofia, o Colégio de Nossa Senhora do Carmo foi edificada em 1540 pelo D. Frei Baltazar Limpo, então Bispo do Porto, com a finalidade de receber o clérigo que pretendia estudar na Universidade de Coimbra.

História

Igreja do Carmo
Igreja do Carmo

Com a doação deste edifício aos Carmelitas Descalços pelo Bispo, o colégio teve duas fases distintas de obras, sendo a primeira a construção do noviciado que terminou em 1548.

A segunda realizou-se mais tarde, nos últimos três anos da década de noventa, com a construção da igreja e dos claustros, agora sob a égide do Frei Amador Arrais após ter renunciado ao Bispado de Portalegre.

No século XIX, o espaço pertencente ao colégio foi cedido à Ordem Terceira que adaptou o edifício para a instalação de um hospital, executando também obras na fachada da igreja.

Descrição

Igreja do Carmo
Fachada frontal

Com uma planta longitudinal, a fachada apresenta-se em frontão triangular de três registos. O primeiro em galilé, é formado por um pórtico com pilastras dóricas e uma escadaria.

No átrio abre-se a porta principal para o interior do templo, em moldura de verga reta, coroada por um frontão triangular, ladeada por duas portas também em verga reta.

O segundo registo é formado por três janelas, com a de maiores dimensões ao centro em moldura reta e as laterais mais pequenas, sendo a parte inferior destas decorada com a pedra de armas de D. Frei Amador Arrais.

O terceiro e último registo é rematado por um frontão triangular com três janelas, com a do centro encimada por um nicho com a imagem de Nossa Senhora da Conceição, ladeadas por duas torres sineiras.

Classificação

Foi classificada como Monumento Nacional.

Localização

Coordenadas GPS: N 40 12.769' W 008 25.830'  (40.21282, -8.43050)

Temas / Tags

Coimbra, publicado em por