Sendo o elemento mais significativo da freguesia, remonta ao início do século XII. Não lhe é conhecido qualquer foral com estatuto civil, assim o Pelourinho representa o poder eclesiástico.

História

Pelourinho de Moure

O elemento mais significativo da freguesia, remonta ao início do século XII, em que esta foi designada a Couto do Mosteiro de Moure pelo Conde D. Henrique e, por isso, pertenceu ao cabido da Sé de Braga. Contudo não lhe é conhecido qualquer foral com estatuto civil, sendo-lhe este estatuto atribuído pelos senhores eclesiásticos.

Assim, a condição de Moure é eclesiástica e, ao contrário do que é habitual, o Pelourinho representa o poder eclesiástico. Este poder foi a mando do Frei Agostinho de Jesus, o então Arcebispo de Braga entre 1568 e 1609, em Agoela, sendo mais tarde transportado para o Solar de Gondomil.

Descrição

Pelourinho de Moure

A sua edificação ergue-se numa plataforma de dois degraus quadrados, em que a base da coluna se assemelha a um terceiro degrau, ligeiramente mais alto.

A coluna é cilíndrica e lisa, decorada apenas com o escudo de armas do Frei Agostinho junto ao topo. O remate é piramidal, com a mesma secção da coluna.

Classificação

Foi considerado como Imóvel de Interesse Público desde 1933.

Localização

Este Pelourinho está situado nos terrenos do Solar de Gondomil, a oeste da sua fachada principal.

Coordenadas GPS: N 41 38.473' W 008 28.314'  (41.64122, -8.47190)

Referências

Temas / Tags

Moure, publicado em por

 


Os Mais Próximos


Casa de Gondomil
Moure, Vila Verde
(35 m NE)

Ponte do Couto
Moure, Vila Verde
(2 km NW)

Capela de Nossa Senhora da Pena
Carreiras (São Miguel), Vila Verde
(3 km NW)

Torre de Penegate
Carreiras (São Miguel), Vila Verde
(3 km NW)

Imóvel de Interesse Público

Pelourinhos

Século XII

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Igreja de S. Simão
Vila Fresca de Azeitão, Setúbal

Cruzeiros


Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Santo Quintino, Sobral de Monte Agraço

Capela de S. Silvestre e Cruzeiro
Carvalhal da Aroeira, Torres Novas

Estilo Manuelino

Igreja Matriz


A Igreja Matriz, a Albergaria
Arrifana, Vila Nova de Poiares

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Capela da Senhora da Soledade
Olhão da Restauração, Olhão

Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Santo Quintino, Sobral de Monte Agraço

Rios


A ponte sobre o Tejo
Vila Velha de Ródão

Cais fluvial da Senhora da Ribeira
Seixo de Ansiães, Carrazeda de Ansiães

Capela de Santa Teresinha
Pomarão, Mértola

Século XV


Século XVII

Século XVIII

Torre Sineira


A nossa Igreja
Freches, Trancoso

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Antiga Matriz de Alcoentre
Alcoentre, Azambuja

Antigos Paços do Concelho
Castelo Novo, Fundão