Dos Santuários mais visitados de Portugal, chegando a ser considerado como o segundo depois de Fátima, o Santuário de São Bento da Porta Aberta está situado na Serra Peneda/Gerês e numa das rotas do caminho de Santiago de Compostela.

Santuario de S. Bento Porta Aberta
Santuário
Santuário de S. Bento da Porta Aberta
Fachada

História

O seu nome deveras interessante deve-se à pequena Ermida que ali existia, construída em 1615. Este ermida tinha as portas sempre abertas, oferecendo abrigo aos que ali passavam.

A importância que este Santuário adquiriu com o decorrer dos tempos, e com o crescimento de peregrinos, acabou por o transformar num grande centro de devoção.

Santuário de S. Bento - Lado Sul
Lado Sul

O início do Santuário decorre no ano de 1614 quando o Reverendo de então, o Cónego Miguel Pinheiro Figueira, visita as freguesias de Entre o Homem e o Cávado. Este verifica que o lugar da Seara da Forcadela ficava muito distante da Igreja da Paroquial da freguesia de Rio Caldo, e por isso se tornava difícil de administrar os sacramentos dos locais.

Santuário de S. Bento - Lado Norte
Lado Norte

De imediato a Ermida foi mandada construir, acabando por se realizar os primeiros ofícios divinos em 1615 com o apoio da Igreja Paroquial de Rio Caldo, sem que esta fosse prejudicada na perda dos direitos de Igreja. No entanto, e no decorrer do século XVIII, a capela transforma-se num grande centro de devoção em que esta cada vez mais é frequentada por devotos e romeiros. Esta forte devoção acaba por transformar as visitas em muitos mais dias do ano do que era habitual, pelo muitos milagres obtidos pela imagem do São Bento.

Devido a este fluxo de devotos à capela, esta mantém as portas abertas não só de dia como também de noite. Por isso nos finais do século XVIII acrescentou-se de Porta Aberta, ficando então com a denominação de São Bento da Porta Aberta.

Como na maioria dos Santuários, o culto teve o seu crescimento. Assim, nos finais do século XIX, entre os anos de 1880 e 1895, a capela entrou numa campanha de obras na ampliação e construção, sendo substituída pela atual Igreja que continuou até agora a sofrer importantes alterações. Em 2015 ao Santuário foi-lhe concedido o título de Basílica Menor pela Santa Sé.

Descrição

Santuário - Nave e Capela-mor
Nave e Capela-mor

A Basílica é formada por uma planta retangular constituída por nave e capela-mor, em que a fachada principal está orientada a oeste. Esta é delimitada por pilastras e está dividida em duas partes por um friso que separa os rasgos de três portas em moldura curva no piso térreo.

No piso superior é igualmente formada por três rasgos de janelas em moldura curva e estas estão encimadas por três frontões triangulares. É finalizada por um frontão triangular e ladeada por dois pináculos em estilo de vasos. Ao frontão liga-se a torre sineira quadrangular de quatro sinos, terminando com a cobertura piramidal.

Santuário - Nave - Esquerda
Nave - Esquerda
Santuário - Nave - Direita
Nave - Direita

O interior da Basílica é antecedido por uma pequena antecâmara.

Os dois lados da nave são idênticos e divididos por pilastras em três partes. Cada uma em arco de volta perfeita, contêm dois altares no primeiro e no terceiro arcos, sendo o central com o púlpito que é diferente do habitual, constituído por uma varanda sobre a porta de acesso.

Santuário - Capela-mor - Esquerda
Capela-mor - Esquerda
Santuário - Capela-mor - Direita
Capela-mor - Direita

Um arco triunfal de volta perfeita separa a nave da capela-mor.

O retábulo-mor dourado apresenta o sacrário e, um pouco mais acima, uma abertura em que está exposta a imagem de São Bento ao qual o devoto tem acesso por uma entrada do exterior.

Toda a superfície das paredes está forrada com azulejos, tendo como motivo principal passagens da vida de São Bento. Apresenta também duas portas, uma de cada lado, de moldura reta sobrepujada de um frontão triangular e duas janelas vitrais.

Igreja Nova

Igreja Nova - Fachada
Igreja Nova - Fachada
Igreja Nova - Acesso
Igreja Nova - Acesso

A igreja nova, junto do antigo santuário, foi construída no início do século XXI.

Paisagem

Albufeira da Caniçada
Paisagem

Paisagem do local sobre a albufeira da Caniçada

Localização

Este santuário está localizado junto da estrada N304, 200 metros a sul da localidade de Seara.

Coordenadas GPS: N 41 41.410' W 008 12.216'  (41.69017, -8.20360)

Referências

Rio Caldo, publicado em por

Os Mais Próximos


Largo Principal de São Bento
Rio Caldo, Terras de Bouro
(53 m NW)

Coreto de Rio Caldo
Rio Caldo, Terras de Bouro
(101 m NW)

Igreja de São João Batista
Rio Caldo, Terras de Bouro
(2 km SE)

Albufeira da Caniçada
Rio Caldo, Terras de Bouro
(2 km SE)

Basílica

Miradouros


Capela da Senhora d’ Alegria
Riodades, São João da Pesqueira

Ermida de Santa Bárbara
Lomba do Carro, Povoação

Convento dos Capuchos
Caparica e Trafaria, Almada

Santuário

São Bento

Século XIX


Praça de Touros
Caldas da Rainha

Capela de Santa Bárbara
Mozinhos, Penedono

Monumento aos Restauradores
Santa Maria Maior, Lisboa

Século XVII


Capela de São Miguel
Dornelas do Zêzere, Pampilhosa da Serra

Igreja Matriz de Justes
Justes, Vila Real

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Igreja Matriz


A Igreja Matriz, a Albergaria
Arrifana, Vila Nova de Poiares

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Capela da Senhora da Soledade
Olhão da Restauração, Olhão

Monumento Nacional


Anta da Agualva
Agualva-Cacém, Sintra

Anta da Barrosa
Vila Praia de Âncora, Caminha

Anta de Santa Marta
Santa Marta, Penafiel

Museus e Galerias de Exposição

Nossa Senhora do Amparo

Palácios

Planetários

São Pedro


Século XIII

Século XV

Torre Sineira


A nossa Igreja
Freches, Trancoso

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Antiga Matriz de Alcoentre
Alcoentre, Azambuja

Recentes