Castelo de Lanhoso
Castelo de Lanhoso
Castelo de Lanhoso

O Castelo de Lanhoso é um dos quatro monumentos que estão situados no Monte do Pilar. Considerado um dos mais antigos castelos nacionais, está documentado desde os conturbados tempos da reconquista do norte do território que viria a configurar o Reino de Portugal.

Com as obras do castelo, este sofre uma reconstrução conforme atesta a inscrição junto à entrada principal, na qual o projeto respeitou a planta pré-românica da estrutura, devido ao povoamento da região fazendo com que este servisse para a defesa de Braga.

Também com esta reconstrução, o castelo foi palco de um dos episódios mais repetidos na história de afirmação de Portugal como nacionalidade. A mando de D. Afonso Henriques, sua mãe D. Teresa foi presa nesta fortaleza em 1128.

Castelo de Lanhoso
Castelo de Lanhoso
Castelo de Lanhoso

Contudo, o castelo já não era o mesmo da atualidade, pois no século XII, no amplo processo de estruturação das terras e das respectivas cabeças de território, o conjunto foi objecto de reforma. Construiu-se assim o castelo românico com a torre de menagem no centro do pátio central. Pouco tempo depois, o alcaide deste, D. Rui Gonçalves Pereira, com a denúncia de infidelidade da mulher, mandou incendiar o castelo.

Reerguendo-se novamente, as muralhas foram a primeira parte sob o signo da arte gótica. De seguida foi o deslocamento da torre da parte central para uma das extremidades, defendendo activamente os muros, e a porta principal foi flanqueada por duas torres, de feição harmónica, mais característica dos tempos de D. Dinis.

Este monarca concedeu especial atenção ao castelo e à sua povoação, com o foral passado em 1292. Podemos ver o brasão real situado na torre virada a sul, para a vila.

Também está classificado como Monumento Nacional desde o ano de 1910.

Coordenadas GPS: N 41 35.211' W 008 16.865'  (41.58685, -8.28108)
Póvoa de Lanhoso, publicado em por

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Recentes