Também conhecido como Forte de Esposende, foi edificado entre 1699 e 1704 durante o reinado de D. Pedro II, inserindo-se no plano de proteção da costa portuguesa e da entrada do Rio Cávado.

Construção do Forte

Forte de São João Batista
Forte e Farol
Forte de São João Batista
Entrada para o Farol
Forte de São João Batista
Anexo do Farol

Também conhecido como Forte de Esposende ou Castelo de São João Batista, foi edificado entre 1699 e junho de 1702 durante o reinado de D. Pedro II, inserindo-se no plano de proteção da costa portuguesa e da entrada do Rio Cávado. O projeto deste forte é de autoria do engenheiro Manuel Pinto Vila Lobos, tendo sido a construção dirigida pelo mestre Pedro da Rocha Vale, natural de Vila Nova de Cerveira.

De planta original em forma estrelada, era abaluartada com as respetivas guaritas em cada um dos ângulos.

Estrutura

De todo o forte, hoje apenas resta um dos panos da muralha, o do lado sul, com duas guaritas uma em cada canto, em formato hexagonal.

O farol é uma das poucas torres metálicas que existem em Portugal. Uma torre cilíndrica em ferro, do século XIX, com lanterna e varandim, pintada de vermelho sobre uma base circular de cimento.

Dos anexos constam quatro edifícios de planta retangular de um piso, rasgados por vãos de verga reta. Adossado ao farol está outro edifício também de planta retangular, de dois pisos, para os faroleiros.

Cronologia do Farol

  • Em 1866 o forte foi modificado para se poder construir o farol, tendo sido destruída a planta original. Foi também construído o respetivo anexo que servia de habitação ao faroleiro.
  • Em dezembro do mesmo ano foi instalado um farolim lenticular num candelabro.
  • Sendo encomendado o fornecimento de uma torre de ferro com lanterna de iluminação a 270º em 1922, até 1925 manteve-se um farolim de luz vermelha fixa numa estrutura metálica na casa de habitação do faroleiro.
  • Em 10 de abril de 1925 finalmente terminam as obras e inicia o funcionamento do farol na torre metálica atual.
  • Em 1938 é feita a ligação elétrica à rede pública.
  • Em 1978 é retirado o sinal sonoro mas apenas em 1994 é retirado o varandim de suporte das trompas de ar coprimido com que o som era produzido. É instalado um novo equipamento elétrico mais próximo da costa.
  • Em 1980 o equipamento luminoso é substituído por um mais moderno monobloco rotativo de painéis de ópticas seladas, com um alcance de 21 milhas.
  • Em 23 de novembro de 1999 o sistema monobloco foi substituído pelo sistema TRB - 400 max lumina.

Dados Técnicos

  • A torre do farol tem 15 metros de altura.
  • O sistema de luminação está a 21 metros de altitude.
  • O alcance luminoso é de 21 milhas (cerca de 37 km).
  • Sistema de relâmpagos simples e um período de 5 segundos.

Classificação

Está classificado como Imóvel de Interesse Público desde 1982.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 32.579' W 008 47.413'  (41.54298, -8.79022)

Referências

Temas / Tags

Esposende, publicado em por

 

Comentar


Código de segurança
Atualizar


Os Mais Próximos


Lugares Públicos
Esposende
(1 km SE)

Igreja Matriz de Esposende
Esposende
(1 km SE)

Largo Dr. Fonseca Lima
Esposende
(2 km SE)

Castelos


Forte de Cacela Velha
Cacela Velha, Vila Real de Santo António

Castelo de Castelo Bom
Castelo Bom, Almeida

Faróis em fortalezas


Forte da Barra de Aveiro
Gafanha da Nazaré, Ílhavo

Fortaleza do Cabo de São Vicente
Vila de Sagres, Vila do Bispo

Fortes e fortalezas

Imóvel de Interesse Público


Igreja Matriz de Tancos
Tancos, Vila Nova da Barquinha

Casa do Arco do Bispo
Castelo Branco

São João Batista

Século XIX


Santuário de São Torcato
São Torcato, Guimarães

Igreja de Nossa Senhora de Lourdes
Fazenda de Santa Cruz, Santa Cruz das Flores

Século XVIII


Igreja Matriz de Arcas
Arcas, Macedo de Cavaleiros

Igreja Paroquial do Campo de Gerês
Campo do Gerês, Terras de Bouro

Casa da Água
Cabo Espichel, Sesimbra

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Cruzeiros


Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Santo Quintino, Sobral de Monte Agraço

Capela de S. Silvestre e Cruzeiro
Carvalhal da Aroeira, Torres Novas

Capela de Santa Eulália
Vila Meã, Bragança

Capela de Santo António
Vila Nova de Foz Côa

Estilo Gótico

Igreja Matriz


A Igreja Matriz, a Albergaria
Arrifana, Vila Nova de Poiares

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Capela da Senhora da Soledade
Olhão da Restauração, Olhão

Capela de Nossa Senhora da Saúde de Fetais
Santo Quintino, Sobral de Monte Agraço

Portas da Cidade ou do Castelo

Santo António

São Sebastião


Século XIII

Século XVI