A Capela São Salvador ou São Frutuoso de Montélios, é dos templos religiosos de Portugal, na altura a pertencer à Península Ibérica, mais incontornáveis da Alta Idade Média. Muito antes da Nacionalidade se formar, a edificação desta capela remonta ao século VII.

Origem

Capela de S. Frutuoso
Capela de S. Frutuoso
Capela de S. Frutuoso
Capela ao lado da
Igreja Paroquial

A Capela São Salvador ou São Frutuoso de Montélios, é dos templos religiosos de Portugal, na altura a pertencer à Península Ibérica, mais incontornáveis da Alta Idade Média. Muito antes da Nacionalidade se formar, a edificação desta capela remonta ao século VII, nomeadamente durante a época visigótica. Esteve a cargo do São Frutuoso, Bispo de Dume e de Braga, tendo escolhido este espaço para ser sepultado.

Todavia, este testemunho raro da época altimedieval, não tem quaisquer semelhanças com outros templos no território nacional, o que levou a interpretações e contestações quanto à verdadeira datação do monumento.

São Frutuoso

Acreditando que a capela servia de mausoléu de São Frutuoso, estudos posteriores argumentam para uma cronologia que ronda o início do século X, quando o túmulo do Bispo foi renovado, no âmbito do repovoamento de Afonso III. Foi nesta época em que a região foi reconquistada e repovoada que a capela foi objeto de uma reconstrução da qual adquiriu o aspeto interior que hoje existe.

Capela de S. Frutuoso
Capela de S. Frutuoso
Capela de S. Frutuoso
Arcadas triplas que antecedem as ábsides

Estrutura

Um exemplar raro que vai provocar igualmente uma planta rara, seguindo por isso um modelo orientalizado (ravenaico-bizantino), que na altura era vigente em Toledo, capital do Reino, em que se desenvolvia em cruz grega. O exterior era formado por arcos cegos, alternado com arcos de volta perfeita e em mitra. Uma torre quadrangular sobrepõe-se ao cruzeiro, com cobertura em quatro águas.

Capela de S. Frutuoso
Capela de S. Frutuoso
Pormenor do capitel e parte do friso

Devido à reconstrução do interior, neste as ábsides, que eram inicialmente quadrangulares, passaram a ter forma semi-circular e à entrada de cada uma se forma uma arcada tripla em forma de ferradura.

Capela de S. Frutuoso
Capela de S. Frutuoso
Campa do S. Frutuoso e inscrição na parede

A partir do século XVII a capela de São Frutuoso foi anexada à que é hoje a Igreja Paroquial da Freguesia, existindo uma passagem no interior desta que dá acesso a capela, e que na altura fazia parte do Convento São Francisco. O restante imóvel correspondia à parte Conventual da Ordem.

Classificação

A capela está classificada como Monumento Nacional.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 33.607' W 008 26.333'  (41.56012, -8.43888)

Referências

Temas / Tags

Real, publicado em por

 


Os Mais Próximos

Conventos e Mosteiros


Mosteiro Dominicano
Lamas e Cercal, Cadaval

Convento dos Franciscanos
São Pedro do Sul

Mosteiro de Vilar de Frades
Areias de Vilar, Barcelos

Monumento Nacional

São Frutuoso

Século VII


Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Igreja de S. Simão
Vila Fresca de Azeitão, Setúbal

Castelos


Arco, Torre do Relógio, Arcada
São João da Pesqueira

Castelo
Castelo de Vide

Castelo Medieval
Torres Novas

Câmara Municipal

Ermida ou capela isolada

Estilo Barroco


Estilo Rococó

O Românico na Europa e em Portugal


Antigos Paços do Concelho
Castelo Novo, Fundão

Capela das Almas
Viana do Castelo

Capela de Fandinhães
Paços de Gaiolo, Marco de Canaveses

Século XVI

Século XVIII

Torre Sineira


A nossa Igreja
Freches, Trancoso

Antiga Igreja Matriz
Vila Pouca de Aguiar

Antiga Matriz de Alcoentre
Alcoentre, Azambuja

Antigos Paços do Concelho
Castelo Novo, Fundão