A Igreja de Santa Maria Madalena da Falperra está localizada no ponto mais alto do monte de Falperra. Ali se identifica com uma série de outros Santuários, como o Bom Jesus, o Sameiro e o de Santa Marta das Cortiças.

Construção

Igreja de Maria Madalena da Falperra
Igreja de Maria Madalena da Falperra

A Capela ou Igreja da Santa Maria Madalena da Falperra, também é denominada de Santuário de Santa Maria Madalena ou da Falperra.

As primeiras referências indicam a exitência de uma capela no monte da Falperra e que durante o Arcebispado de D. Diogo de Sousa (1461 e 1532) se realizaram obras numa capela ali existente da época medieval. Estas obras abrangeram uma pintura no templo e a execução do retábulo. Na centúria de seiscentos viria a sofrer outra campanha de obras, em que os retábulos tiveram o douramento.

Em 1693, não satisfeita com a capela de então, a Irmandade da Santa Maria Madalena de Falperra decidiu reconstruir o templo num lugar mais salubre e que sobretudo fosse visível desde a cidade de Braga. Ainda no final deste século foi projetada, sob a planta em losango, desconhecendo-se totalmente o seu autor.

Na centúria seguinte a Irmandade mandou fazer uma nova fachada, acabando por ser André Soares a arquitetar a fachada, sendo também o autor do retábulo principal e da escadaria. Este conjunto da Falperra acaba por se tornar numa das obras mais notáveis do arquiteto, que marca a introdução do rococó na arquitetura bracarense.

Estrutura

Igreja de Maria Madalena da Falperra
Igreja de Maria Madalena da Falperra

A Igreja de Santa Maria Madalena da Falperra está localizada no ponto mais alto do monte de Falperra, num alinhamente de outros montes como as Serras do Carvalho e dos Picos e dos Montes do Sameiro e Santa Marta. Ali se identifica com uma série de Santuários, como o Bom Jesus, o Sameiro e o de Santa Marta das Cortiças.

Fachada

De uma planta em losango, este é interrompido por um corpo retangular que corresponde à fachada principal. Esta apresenta uma exuberante arte do rococó, dividindo-se em três panos de dois registos delimitados pela própria decoração do granito.

No pano central, o rasgo da porta em verga curva moldurada a toda a volta por concheados e volutas e encimado por uma grande janela que ilumina o interior e o coro, com uma moldura a contornar.

A finalizar, uma moldura da Santa Padroeira, seguindo-lhe um frontão contracurvado. Este corpo central é ladeado por dois corpos erguidos à semelhança de duas torres, profusamente decoradas tal como toda a restante fachada.

Classificação

Só muito recentemente a Igreja da Santa Maria Madalena está classificada como Monumento Nacional.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 31.330' W 008 23.279'  (41.52217, -8.38798)

Referências

Temas / Tags

Nogueira, publicado em por

 


Os Mais Próximos


Capela de Santa Marta do Leão
Esporões, Braga
(469 m SW)

Capela de Santa Marta do Leão
Longos, Guimarães
(469 m SW)

Capela de Santa Marta das Cortiças
Esporões, Braga
(991 m SW)

Capela do Espírito Santo
Nogueira, Braga
(1 km NW)

Santuário do Sameiro
Espinho, Braga
(3 km NE)

Escadaria


Capela do Senhor dos Perdões
Ribeirão, Vila Nova de Famalicão

Capela da Senhora d’ Alegria
Riodades, São João da Pesqueira

Convento de Santo António
Vila Cova do Alva, Arganil

Estilo Rococó


Igreja Matriz de Larinho
Larinho, Torre de Moncorvo

Igreja Matriz de São Manços
São Manços, Évora

Capela de Nosso Senhor da Boa Morte
Sendim, Miranda do Douro

Convento de Nossa Senhora do Carmo
Tentúgal, Montemor-o-Velho

Monumento Nacional

Santa Maria Madalena


Século XVII

Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Azeitão, Setúbal

Igreja de S. Simão
Azeitão, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Aqueduto das Águas Livres


Aqueduto da Venteira
Venteira, Amadora

Aqueduto do Olival do Santíssimo
Almargem do Bispo, Sintra

Aqueduto em São Domingos
São Domingos de Benfica, Lisboa

Aqueduto na Mina de Água
Mina de Água, Amadora

Estilo Barroco

Fontes


Alminhas
Sabuzedo, Montalegre

Casa da Água
Cabo Espichel, Sesimbra

Chafariz D. João V
Alpedrinha, Fundão

Santa Teresa de Ávila

Santo Ildefonso

Sepulturas


Alto do Senhor da Boa Morte
Povos, Vila Franca de Xira

Arcas Tumulares
Cete, Paredes

Estação arqueológica
Alcalar, Portimão

Igreja de Santa Maria
Verim, Póvoa de Lanhoso

São João Batista

Século XII


Século XVI