O Cruzeiro está situado à entrada do Largo do Mosteiro, desconhecendo-se por completo a verdadeira data da sua edificação.

Origem

Cruzeiro de Tibães
Cruzeiro de Tibães

O Cruzeiro está situado à entrada do Largo do Mosteiro, desconhecendo-se por completo a verdadeira data da sua edificação.

Seguindo as linhas clássicas com uma construção erudita, atribuiu-se a sua parecença com os cruzeiros existentes no Campo das Carvalheiras e da Senhora-a-Branca.

Descrição

Cruzeiro de Tibães
Cruzeiro de Tibães
Cruzeiro de Tibães
Cruzeiro de Tibães
As quatro faces do paralelepípedo com relevos distintos

O Cruzeiro ergue-se sobre um soco de nove degraus quadrangulares, onde assenta um paralelepípedo retangular em altura, com as quatro faces decoradas com relevos de desenhos distintos. Nas fotos, a segunda mostra o emblema Beneditino.

Cruzeiro de Tibães
A parte inferior
do fuste

Segue-se o fuste formado por uma coluna monolítica cilíndrica, toda ela decorada, com a parte inferior com motivos estrelados e a superior com caneluras.

Cruzeiro de Tibães
O capitel coríntio

O capitel, seguindo a linha mais erudita, toma a forma mais pura da ordem coríntia. A rematar, um pequeno acrotério com uma esfera que serve de base a uma cruz latina, de secção quadrada, com o remate por pontas de diamante.

Classificação

Este Cruzeiro está classificado como Monumento Nacional desde 1910.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 33.466' W 008 28.727'  (41.55777, -8.47878)

Referências

Temas / Tags

Mire de Tibães, publicado em por