O local do Monte do Sameiro deu o nome pelo que é mais conhecido de Santuário do Sameiro. Tem também outros nomes como Santuário de Nossa Senhora do Sameiro ou de Imaculada Conceição do Monte do Sameiro.

Origem

Santuário do Sameiro
Santuário do Sameiro

A igreja foi edificada na segunda metade do século XIX, no qual surgiram os maiores acontecimentos, acabando a finalização no decorrer do século XX.

Ao contrário da maioria dos Santuários de Portugal, que se erguem através de lendas ou histórias, este simplesmente deve-se a um padre de Braga, de seu nome Martinho António Pereira da Silva.

A ideia da construção do monumento pelo Padre Martinho teve o seu reforço e apoio de outro padre, Manuel António dos Reis. Os dois acharam por bem erigir um monumento a Imaculada Conceição, no Monte do Sameiro. Esta ideia foi realizada passado dois anos, quando em 1863 se deu a bênção da primeira pedra, sendo seis anos depois a bênção da estátua da Nossa Senhora.

Construção da Igreja

Santuário do Sameiro
Santuário do Sameiro

Com a primeira organização peregrina em 1871, depressa se concluiu que era necessária a construção de uma igreja, para a qual se dava início no ano de 1873. Nos anos seguintes o interior do templo começava a ganhar forma com as diversas obras, tais como a capela-mor e o respetivo retábulo.

Em 1880 o templo recebe a imagem da Nossa Senhora da Conceição, com a bênção realizada em Roma pelo Papa Pio IX, tendo servido de casa, nos dois anos anteriores, a Igreja do Pópulo.

A década seguinte foi de vital importância para o Santuário, que acabou por sofrer uma verdadeira transformação tanto no edifício como no espaço. Nesta década surge a intenção da construção de um novo templo, seguindo-lhe um novo projeto não só para o novo templo como também novas estruturas de acesso para o local e melhoramentos para o local.

Assim teve lugar o lançamento da primeira pedra pelo Arcebispo de Braga D. António José de Freitas Honorato, com direito a festa de inauguração dos trabalhos. Decorria o ano de 1890, mas só em 1953 eram dadas por terminadas as obras, tanto do atual Santuário do Sameiro como do respetivo espaço que o abrange.

Descrição

Santuário do Sameiro
Santuário do Sameiro

A igreja, de caraterísticas clássicas, apresenta uma planta poligonal composta por nave e corpo pentagonal, onde se insere a capela-mor coberta por uma cúpula coroada por lanternim.

A fachada, toda em granito, é formada por um pano central e ladeada por duas torres sineiras. Esta, que se orienta a poente, é formada por dois registos separados por um entablamento.

O registo inferior é composto pelo rasgo do portal em arco de volta perfeita com arquivolta de capitel coríntio e folha de acanto no fecho. É ladeado por duas colunas jónicas, com fuste estriado e decoração fitomórfica. O entablamento dispõe de três mísulas com decoração fitomórfica.

O segundo registo é composto por um janelão em arco de volta perfeita, de sacada em guarda de pedra e com arquivolta de capitéis coríntios e querubim com motivo fitomórfico. Remata com um frontão triangular, inferiormente com a cornija interrompida pelo escudo da Confraria de Nossa Senhora da Conceição do Monte Sameiro, coroados por dois pares de urnas e cruz latina.

Torres Sineiras

Santuário do Sameiro
Torres Sineiras

As torres sineiras, idênticas, são desenvolvidas uniformemente e divididas em três registos, com o primeiro a ser rasgado por três óculos circulares sobrepostos, e o segundo registo a rasgar-se por duas janelas, também em arco de volta perfeita, com sacadas em guarda de pedra.

No terceiro existem dois relógios circulares encimados pelas aberturas em arco de volta perfeita que albergam os sinos. A rematar, frontões triangulares com urnas também triangulares. A cobertura é em coruchéus bolbosos.

No novo projeto do Santuário está incluído um pequeno escadório, parque, alojamento, restauração, entre outros equipamentos.

Localização

Coordenadas GPS: N 41 32.495' W 008 22.184'  (41.54158, -8.36973)

Referências

Temas / Tags

Espinho, publicado em por

 


Os Mais Próximos


Santuário do Bom Jesus do Monte
Tenões, Braga
(2 km NW)

Castro do Monte da Consolação
Nogueiró, Braga
(2 km NW)

Elevador do Bom Jesus do Monte
Tenões, Braga
(2 km NW)

Igreja de Santa Eulália
Tenões, Braga
(2 km NW)

Nossa Senhora do Sameiro

Santuário

Século XIX


Fonte do Ourives
Castelo de Vide

Praça de Touros do Campo Pequeno
Avenidas Novas, Lisboa

Antiga ponte da linha férrea
Jerusalém do Romeu, Mirandela

Torre Sineira


Os Mais Vistos


Lapa de Santa Margarida
Portinho da Arrábida, Setúbal

Ermida de Nossa Senhora da Lapa
Soutelo, Vieira do Minho

Ponte das Três Entradas
Ponte das Três Entradas, Oliveira do Hospital

Estilo Gótico

Monumento Nacional


Anta da Agualva
Agualva-Cacém, Sintra

Anta da Barrosa
Vila Praia de Âncora, Caminha

Anta de Santa Marta
Santa Marta, Penafiel

O Românico na Europa e em Portugal


Antigos Paços do Concelho
Castelo Novo, Fundão

Capela das Almas
Viana do Castelo

Capela de Fandinhães
Paços de Gaiolo, Marco de Canaveses

Portas da Cidade ou do Castelo


Ruínas Romanas


Balneário Termal Romano
Longroiva, Mêda

Cidade Romana Ammaia
São Salvador da Aramenha, Marvão

Cidade Romana de Tongóbriga
Freixo, Marco de Canaveses

Santa Ana


Capela de Santa Ana
Tourém, Montalegre

Capela de Santa Ana
Safara, Moura

Capela de Santa Ana
São Martinho de Mouros, Resende

São Sebastião

São Tiago


Capela de São Tiago
Barbeita, Monção

Capela de São Tiago de Francelos
Vila de Prado, Vila Verde

Cruzeiro de Santiago
Alcoentre, Azambuja

Cruzeiro em granito
Arnoso, Vila Nova de Famalicão

Século XIV