Um verdadeiro ex-libris do Concelho de Amares, o Mosteiro de Bouro, assim conhecido e chamado, pertence a um conjunto conventual perdido no tempo. Não há conhecimento exato da sua origem, recuando contudo aos tempos primórdios da Nacionalidade.

História

Mosteiro de Santa Maria do Bouro
Mosteiro
Mosteiro de Santa Maria do Bouro
Mosteiro

Por falta de indícios, a versão mais condizente é a de um mosteiro habitado por eremitas, tendo São Miguel como seu orago. Foi fundado por monges da Ordem Beneditina, que contribuíam pelo zelo do Santuário da Nossa Senhora da Abadia. Viria nos finais do século XII e princípios do século XIII a passar para a Ordem Cister, tendo estes feito a alteração da invocação para Santa Maria.

À semelhança de outros mosteiros e conventos, este também sofreu até à atualidade de campanhas de obras e intervenções no campo decorativo. Manteve-se porém o seu modelo planimétrico de uma igreja de três naves de cabeceira tripartida de planta retangular e os edifícios conventuais estruturados em função dos claustros.

A Igreja

Mosteiro de Santa Maria do Bouro - Igreja
Igreja
Mosteiro de Santa Maria do Bouro
Lado norte
Mosteiro de Santa Maria do Bouro - Igreja
Fachada da igreja

A igreja desenvolve-se longitudinalmente, de planta retangular, formada por três naves e capela-mor. A fachada é apresentada por um corpo central e ladeada por duas torres sineiras.

A parte central é formada por três arcos de volta perfeita, em que o arco central é de maiores dimensões, formando uma galilé que antecede a entrada do templo.

Os arcos são encimados por três nichos com as imagens de São Bento e São Bernardo, fundadores da Ordem Cisterciense, nas laterais, e a imagem central de Santa Maria. Três janelas terminam esta parte central, cabendo ao remate um frontão contracurvo que apresenta ao centro as armas reais de Portugal e da Ordem de Cister.

As torres sineiras quadradas apresentam uma cobertura em forma de bolbo. O acesso ao templo é feita por uma ampla escadaria.

O Mosteiro

Mosteiro de Santa Maria do Bouro
Fachada do Mosteiro

A fachada do mosteiro, que dá seguimento ao templo, desenvolve-se para oeste, formada por dois pisos, sendo o térreo formado por duas portas de molduras retas encimadas de um frontão triangular. A porta central apresenta-se ao meio da escadaria que dá acesso à entrada do mosteiro. No piso superior, os rasgos correspondem às janelas dos quartos.

Mosteiro de Santa Maria do Bouro - Entrada
Entrada do
Mosteiro
Mosteiro de Santa Maria do Bouro - Passagem
Passagem para
o jardim
Mosteiro de Santa Maria do Bouro - Jardim
Vista de sul

Em 1986 a Câmara Municipal de Amares comprou a parte conventual, na qual promoveu obras de restauro transformando o edifício em pousada e inscrevendo-a na lista das Pousadas de Portugal.

Classificação

Este conjunto conventual está classificado como Imóvel de Interesse Público.

Localização

O Mosteiro situa-se no sul da localidade de Terreiro, na freguesia de Bouro de Santa Maria.

Coordenadas GPS: N 41 39.567' W 008 16.242'  (41.65945, -8.27070)

Referências

Bouro de Santa Maria, publicado em por

Comentar


Código de segurança
Atualizar

Recentes