Século XIII

O Século XIII marcou o desenvolvimento da Nacionalidade Portuguesa. São definidos os limites de Portugal e é instituida a língua portuguesa como língua oficial da corte, pelo rei D. Dinis.

  • Atualmente, do Convento de Santa Clara é simplesmente a capela que resiste. Foi fundado no séc. XIII, sendo atribuído a Dª Mafalda.
  • O Convento de São Domingos foi fundado em 1267, construído sobre uma Ermida da Nossa Senhora dos Mártires. Sofreu alterações no séc. XV e no séc. XVII.
  • Do Convento de São Francisco subsiste somente a igreja e o claustro, situado na Rua 31 de Janeiro, zona privilegiada da cidade desde do século XIII.
  • Fundado no século XIII (1251), apresenta uma construção do estilo gótico. O seu interior tem três naves e seis tramos, tendo sofrido algumas alterações do original.
  • Não se sabendo o ano exacto deste conjunto de São Francisco, é certo que pertence ao século XIII, de um estilo românico, vindo a sofrer obras no século XVII.
  • A Igreja, sendo do século XIII, pertenceu ao antigo Convento feminino fundado no século XII, a quem D. Afonso Henriques concedeu o couto em 1141.
  • Ermida de Nossa Senhora de Guadalupe, um pequeno templo romano do séc. XIII. É dos raros monumentos dos Templários em terras do Algarve.
  • Foi edificada pelos Monges Cavaleiros da Ordem do Templo, possivelmente no século XIII, que participaram na reconquista da praça forte de Monsaraz.
  • A Ermida de São Domingos, que se encontra à entrada da povoação e isolada num pequeno outeiro, foi a Igreja Matriz de Giões.
  • Em 1255 D. Afonso III mandou construir o castelo. Com D. Dinis o Castelo foi reconstruído e remodelada a Torre de Menagem.
  • Fortaleza, também denominada de Castelo de Outeiro, acredita-se que esta construção da Baixa Idade Média corresponda à época do Reinado de D. Dinis.
  • Para um maior apoio ao castelo surgiram as primeiras muralhas que cercam a então vila de Miranda, construídas entre 1287 e 1297.
  • Esta igreja pertence ao centro histórico de Valença, edificada no século XIII, templo românico com reconstrução neoclássica.
  • De origem românica, a sua primitiva construção data do século XIII ou XIV, tendo sido acrescentados os púlpitos exteriores e o coro-alto no século XVI ou XVII.
  • Foi considerada a primeira instituição da vila de Nisa, a Albergaria, fundada em 1218 pelo mestre templário D. Pedro Alvitis.
  • A Igreja de Lamas do Mouro, também conhecida por São João Baptista, foi um antigo Mosteiro de Templários. Após a supressão desta ordem em 1344 o cenóbio reverteu à coroa.
  • A Igreja de Nossa Senhora da Assunção, Matriz de Alvito, uma construção iniciada em finais do século XIII e reconstruída quase na totalidade no final do século XV e início do século seguinte, é de...
  • A Igreja de Nossa Senhora da Conceição, Matriz do Crato, é uma igreja gótica, maneirista e barroca fundada no século XIII. Depois de uma reedificação no século XV, a estrutura exterior da capela-mor...
  • Igreja de Nossa Senhora da Graça ou Matriz de Alandroal, igualmente mandada construir no séc. XIII, mas que o tempo transformou com sucessivas remodelações.
  • Esta igreja, situada a cerca de 500 metros da povoação, data de 1220, quando foi mandada edificar por D. Afonso II. Ruiu pelo terramoto de 1755, sendo depois reconstruida.