Século XII

O Século XII marcou o início da Nacionalidade Portuguesa e dos primeiros reis. Nas artes assiste-se ao renascimento com as resultantes transformações culturais, políticas, sociais e económicas e um grande desenvolvimento cultural. Constroem-se castelos e mosteiros, o que provoca também uma grande renovação no modo de vida urbana.

  • A Ponte da Ribeira de Cobres, em arquitetura românica, pensa-se ter sido construída no século XII ou XIII.
  • A Ponte de D. Zameiro é mais uma ponte romana de onze arcos, uma das estruturas de passagem que existiram sobre o Rio Ave, um dos elos de ligação do Porto até Galiza, o Caminho de Santiago.
  • Esta capela pode ter sido construída no século XII. Servia como local de oração e despedida dos pescadores, onde se dirigiam os familiares para os ver partir e chegar.
  • Com as denominações de Ermida ou Igreja de Nossa Senhora dos Remédios, é um templo religioso ligado às romarias. Sem época definida de edificação, a estrutura atual remonta ao séc. XVII.
  • Fundada no ano de 1129, é uma catedral de estilo gótico que mantém a torre quadrada original e grandes modificações feitas nos sécs. XVI e XVII.
  • A Sé começou a ser edificada no séc. XII, sob o signo do românico. Poucos são os elementos que sobrevivem daquela época.
  • Pelourinho Sé do Porto A construção da Sé teve o seu início na primeira metade do século XII e terminou no início do século XIII. De estilo romântico, sofreu várias alterações ao longo dos...
  • Num período de maior esplendor do românico na cidade, em grande parte no reinado de D. Afonso Henriques, ergue-se a Sé Velha de Coimbra ainda na segunda parte do século XII com a finalização no...
  •   Sendo este castelo de origem islâmica, esta muralha envolvia a parte mais alta de Elvas da qual existem alguns vestígios como casarios, ruas e, como o exemplo da foto representa, uma das...
  • Estas Sepulturas estão situadas próximo da Capela de São Miguel do Castelo, formando um grupo de treze sepulturas, também como a capela do séc. XII pertencente à época do românico.
  • As Termas de São Pedro do Sul situam-se a pouco mais de 3 quilómetros a sudoeste de São Pedro do Sul, sede do concelho e da freguesia, junto do rio Vouga.
  • A torre, situada num local rodeado de montes e por isso com pouca visibilidade e difícil acesso, é o que resta de uma construção fortificada.
  • Com outras denominações como Torre Medieval de Lourosa de Campos, ou Torre Mourisca, esta torre foi edificada no séc. XII com um estilo gótico evidenciado nas cornijas.
  • Esta estrutura é um edifício militar de planta retangular, onde foi construído o fórum da cidade romana. Esta torre está assente em podium de um templo romano, possivelmente dedicado a Vénus.
  • Torre sineira da época romântica, que se eleva em frente do portão da Igreja de Urrô, do séc. XVII, de uma tipologia elementar e de construção elementar, única no concelho.
  • Também conhecida simplesmente como Torre de Dornes, é o edifício mais emblemático desta localidade.