Outras Devoções a Nossa Senhora

Existem outras inúmeras devoções a Nossa Senhora, sob os mais diversos nomes. Por não terem representação em vários monumentos, mas na maior parte das vezes apenas a um ou pouco mais, esses monumentos serão incluídos neste grupo.

  • Igreja de Nossa Senhora de Rocamador ou de Reclamador, foi fundada no século XIII por uma confraria de frades hospitaleiros.
  • A Igreja de Nossa Senhora da Pena, paroquial de Fontinhas, data de 1925 e está no local onde existiu uma anterior do século XV que foi destruída por um enorme ciclone. Na fachada da igreja...
  • Esta igreja, pertencente ao Convento de Jesus, foi construída em 1615. O Convento foi inaugurado 17 anos depois.
  • No cimo do Monte da Pena, próximo da localidade de Barro, existe uma estátua de Nossa Senhora da Pena no cimo de uma escadaria e ao lado de uma pequena capela.
  • No cimo daquela colina encontra-se esta capela, símbolo da fé dos homens na Virgem, de onde é possível vislumbrar uma paisagem magnífica sobre o Vale da Vilariça.
  • O oratório deve-se à grande devoção da população de Braga, pelo facto de a cidade ter sido poupada no terramoto de 1755, por intervenção de Nossa Senhora.
  • As Ruínas do Forte de Nossa Senhora Mãe de Deus são o que resta do forte construído no século XVI.
  • Esta capela é o local onde se realiza a principal festa religiosa de Sernancelhe, a festa da Senhora de Ao Pé da Cruz.
  • A construção, em estilo neoclássico, do Santuário de Nossa Senhora Auxiliadora foi iniciada em 1958, tendo a torre sido iniciada um ano depois.
  • Este santuário é um local de peregrinação e de festas. Por altura da Páscoa há habitualmente uma missa e procissão que dá início aos festejos.
  • Datado do séc. XVIII, crê-se que no lugar do santuário existia uma pequena ermida, pela aparição da Senhora da Peneda, e com o decorrer dos tempos foi crescendo o culto que originou este magnífico...
  • Este Santuário, a poucos quilómetros da sede do concelho, é local de romarias, sendo a mais importante quinze dias depois do Domingo de Páscoa.
  • Este Santuário foi mandado construir por D. Pedro II e D. José, no século XVIII, no local onde existiu uma ermida do século XV.
  • Um Santuário edificado no seguimento da promessa de João da Cruz, por ter sobrevivido a uma doença grave, esta construção decorreu nos finais do século XVII e durante o século seguinte.
  • Este santuário surgiu de um pequeno oratório de madeira edificado pelo professor Francisco Magalhães de Machado pertencente à Ordem dos Franciscanos, em 1730.
  • A capela de Nossa Senhora da Ribeira, erigida em 1611, é um local de grande devoção.