Fontes

Uma fonte, fontanário ou chafariz é uma construção erigida num local público, passeio, jardim, praça, que tem como função principal dar de beber a quem passa. Sendo no início o local onde todas as populações vizinhas se abasteciam de água, por não haver água canalizada em casa, tornou-se também num local de convívio.

Uma fonte habitualmente é construída numa forma ornamentada, algumas bastante simples e muitas outras extremamente elaboradas. Na atualidade a função principal deixou de ter tanto significado mas continua a cumprir a sua função de dar de beber e de decoração.

  • Junto da cisterna e ambos os elementos a funcionar no mesmo sentido de fornecimento de água à população, é conhecida, com a cisterna, como Pombal.
  • Fontanário público em Cabroelo
  • Esta fonte é constituída por duas partes, a parte principal que faz de espaldar é edificada em granito, a segunda parte é formada por dois pequenos tanques redondos.
  • Esta fonte está edificada em espaldar com um muro, toda ela coberta com azulejos de variados motivos de uma só saída de água que cai para um tanque retangular.
  • A fonte é um dos três elementos existentes junto ao parque infantil de Gaeiras, que se resume ao centro da vila.
  • Esta fonte situa-se à entrada da vila de Coruche, vindo de norte. Datada de 1871, foi toda a zona remodelada há pouco tempo e com ela todo o ambiente desta fonte.
  • É neste mesmo largo no interior da povoação que a fonte constituiu um elemento sóbrio, oferecendo água canalizada com a contribuição de uma bomba.
  • Fonte da aldeia, situada na estrada do centro da localidade para o cemitério.
  • A Fonte de Aluada foi construída em 1793 e beneficiada em 2008, segundo inscrição num painel na mesma.
  • Fonte da Bica e Lavadouro
  • Fonte situada na Praça de Luís de Camões, no final da Avenida Carvalho Araújo, denominada de Maria da Fonte.
  • É denominada de Fonte Romana pela população, mas não deixa de ser do séc XVI, sendo de arquitetura manuelina, com uma estrutura em boa cantaria.
  • Quando esta fonte foi construída em 1564 estava localizada a cerca de um quilómetro de Nisa. Com o crescimento da povoação está agora quase dentro da vila.
  • Como tantas outras com a mesma funcionalidade, com saída de água por duas bocas opostas a meio do poste que terminando num candeeiro de rua.
  • No exterior do recinto da Igreja Matriz, no lado sul e junto da estrada, existe uma fonte que tem um painel de azulejos com uma imagem da Virgem Maria e a data de 1940.
  • No exterior do muro que envolve a Igreja Matriz está uma fonte com a indicação da data de 1941 no espaldar da mesma.
  • De momento a fonte é o elemento de destaque, todavia esta enquadrava-se num espaço que, desde o século XVI, completava o quadro dos antigos claustros do Mosteiro de Santa Cruz.
  • Uma fonte situada no limite norte de Esgueira e de Aveiro, junto da A25, deve o seu nome a estar situada junto da entrada para uma mina.
  • Fonte construída no ano 1622, sob a traça do arquiteto da Casa Real. Em 1951 a fonte foi mudada para o atual largo vinte e cinco de Abril.
  • A Fonte da Nogueira apresenta-se como única em Vouzela, contudo não é uma uma fonte qualquer e tão pouco mais uma existente, pois esta teve as honras de ser mandada edificar pelo Príncipe D. Luís.