Estilo Maneirista

O Maneirismo foi um estilo artístico com origem na Itália e desenvolvido durante todo o séc. XVI que influenciou principalmente a arquitetura, a pintura e a escultura, mas com sinais também nas outras artes.

Numa forma geral valorizava a originalidade e as interpretações individuais mostrando dinamismo, complexidade, contradição, conflito, elegância e emoção no artificialismo que imprimia nos temas representados.

  • A Igreja de São Roque foi edificada no final do século XVI, sendo a primeira igreja em Portugal e uma das mais antigas do mundo da Companhia de Jesus.
  • Também conhecida como Igreja Paroquial de Serra D´El Rei, está situada no centro da pequena vila desde o século XVII, seguindo por isso um estilo maneirista.
  • A igreja atual foi feita em 1569 por reconstrução da primeira, de 1149, após a conquista do castelo de Abrantes por D. Afonso Henriques.
  • Esta igreja está no local onde existiu um templo primitivo, do séc. XII, mandado construir por D. Afonso Henriques e dedicado a São Vicente.
  • Situada na rua com o mesmo nome, a Igreja Paroquial de São Vitor, do século XVII, é uma verdadeira obra de arte bem concebida sob a arquitetura maneirista.
  • A Igreja do Carmo é uma das muitas que atualmente se resume só ao templo religioso, mas pertenceu no início ao conjunto conventual dos Carmelitas.
  • A Igreja da Madre de Deus integrava o convento com o mesmo nome. Este convento foi fundado no início do século XVI, em 1509.
  • Esta igreja foi fundada em 1576 por D. Sebastião devida à peste em 1569. Salienta-se o retábulo rocaille na capela-mor e o teto em abóbada de canhão.
  • A construção desta igreja iniciou no século XVII (1620) para cumprimento do voto a Nossa Senhora da Saúde pela cura da peste que assolou a região, em 1598.
  • A Igreja do Salvador teve o seu início no séc. XIII, sendo em 1570 destruída e dando lugar a uma nova com caraterísticas diferentes.
  • Edificada nos finais do séc XVII deve-se à Ordem Terceira de São Francisco, na qual pretendiam ter sede própria.
  • Localizada no largo com o mesmo nome, a Igreja da Graça, que faz parte do Convento da Graça, é uma construção do século XIII.
  • Dedicado a Nossa Senhora da Graça, o Convento dos Agostinhos foi fundado no séc. XVI no espaço onde anteriormente estava erguida a Ermida da Gafaria da cidade.
  • A igreja foi edificada no século XVII, sendo o Convento edificado no século XV na tipologia das Igrejas dos Franciscanos em planta de cruz latina com três naves, capela-mor e sacristia.
  • Depois de peregrinar por Roma e Jerusalém São Gonçalo decidiu fixar-se neste local. Foi sepultado numa capela perto da ponte.
  • O conjunto Conventual do Pópulo foi construído em parte por capricho do Arcebispo Frei Agostinho de Jesus que pretendia ter uma sepultura num local que achasse condigno.
  • A Igreja Paroquial ou Matriz de Aguada de Baixo, dedicada a São Martinho, é um templo maneirista do final do século XVII composto pela nave e capela-mor mais estreita e baixa.
  • Igreja dedicada a São Romão, terá sido construída no séc. XV ou XVI, sob o estilo manuelino. Era uma ermida e, quando Alferce se separou de Silves, passou a Igreja Matriz.
  • Também conhecida como Igreja de São Sebastião, a sua construção iniciou no final do séc. XVI, tendo sido inaugurada no segundo ano do século séc. XVII.
  • A Igreja Matriz de Almodôvar, dedicada a Santo Ildefonso, foi construída no século XVI, tendo caraterísticas de estilo maneirista, barroco e neoclássico, tendo diversas alterações ao longo dos...