Estilo Maneirista

O Maneirismo foi um estilo artístico com origem na Itália e desenvolvido durante todo o séc. XVI que influenciou principalmente a arquitetura, a pintura e a escultura, mas com sinais também nas outras artes.

Numa forma geral valorizava a originalidade e as interpretações individuais mostrando dinamismo, complexidade, contradição, conflito, elegância e emoção no artificialismo que imprimia nos temas representados.

  • Estes dois elementos de igreja / hospital que foram edificados em separado, vieram séculos mais tarde a unir-se numa só instituição.
  • Esta igreja de arquitetura maneirista e barroca foi edificada no século XVIII, sofrendo alterações ao longo dos anos.
  • Igreja Matriz de Escalhão, foi construída no séc. XVI, em substituição da primitiva matriz, possivelmente no reinado de D. Dinis.
  • A Igreja de Nossa Senhora dos Mártires foi mandada erigir em 1635 pelo Bispo da Guarda na zona mais alta de Constância substituindo a pequena capela anterior.
  • A Igreja de Santa Maria foi edificada sobre uma antiga mesquita árabe. Esta surgiu com a reconstrução do castelo, nos finais do século XIII.
  • A Igreja de Almoster é o único elemento que resta, com algumas ruínas do claustro que resistem, do que foi o Convento Gótico de Santa Maria de Almoster.
  • A sua construção abrange dois séculos XIV e XV e dois estilos, gótico e barroco, destacando-se o gótico.
  • Edificada onde se encontrava a cidade romana de Sellium, foram descobertas estruturas para suporte dos alicerces do templo.
  • Fundada no início do século XVI, apresenta caraterísticas de arquitectura renascentista, maneirista, proto-barroca e barroca.
  • A primeira igreja, datada em 1626, foi totalmente destruída tendo servido em 1644 de refúgio da população local.
  • A Igreja de Santo André faz parte de uma localidade importante na época medieval, tendo-se tornando num centro importante económico devido ao acesso privilegiado ao mar.
  • A Igreja de Santo António dos Capuchos é uma segunda parte que completa o Convento, ambos os edifícios do século XVII, pertencentes à arquitetura maneirista.
  • O Convento foi fundado em 1590, a mando de uma dama nobre brigantina, utilizando as suas casas e da qual subsiste o brasão de armas no exterior da Igreja.
  • Esta Igreja foi edificada nos finais do século XVI, em estilo manuelino, onde se destacam os portais, os azulejos seiscentistas e os lavores das cantarias.
  • Esta igreja maneirista e barroca foi construída no séc. XII e reconstruída na sua totalidade no final do séc. XVII.
  • Esta igreja mostra vários estilos de construção e melhoramentos, tais como o maneirista, barroco e rococó.
  • Dedicada a São Miguel, a Igreja Paroquial de Travassô é uma construção maneirista de planta longitudinal composta por nave e capela-mor mais baixa e estreita.
  • Datada da segunda metade do séc. XVI, de arquitectura maneirista, esta assenta sobre uma ermida com a mesma invocação, que os pescadores desta cidade custearam no ano 1518.
  • Esta Igreja teve uma demora de seis anos na sua construção, começando em 1590 e finalizando em 1596, por Mateus Fernandes mestre das obras reais.
  • A Igreja de Abragão é referida num documento de 1105, na doação por Paio Peres Romeu da quarta parte da igreja de "Sancto Petro de Auregam" ao Mosteiro de Paço de Sousa.