Ermida ou capela isolada

As ermidas são capelas que foram construídas em locais ermos, isolados, longe das povoações, muitas vezes em locais elevados com uma paisagem excelente. São habitualmente locais de peregrinação onde se dirigem os populações em procissão em honra do santo a quem a capela é dedicada. Com o aumento populacional e urbanístico muitas ermidas acabaram por serem incluídas na população, mantendo no entanto a designação inicial.

  • Esta ermida foi construída por Mateus Dias, um dos descendentes da família de Jorge Velho que foi um dos primeiros povoadores da Ilha de S. Miguel, no séc. XV.
  • Foi edificada pelos Monges Cavaleiros da Ordem do Templo, possivelmente no século XIII, que participaram na reconquista da praça forte de Monsaraz.
  • A edificação da Ermida de Santa Clara foi efetuada sobre ruínas da capela trecentista que na altura seria a primitiva Igreja Matriz da localidade.
  • Esta ermida foi construída no século XVIII. Situa-se na zona sul da cidade, na encosta junto da praia sul.
  • A Capela de Santo Amaro, construída em 1549, tem uma forma cilíndrica rodeada por uma galilé também cilíndrica a rodear metade da capela.
  • A Ermida de Santo Amaro está situada num local elevado a 2 quilómetros de Almodôvar, com uma excelente paisagem sobre a vila e toda a região em redor.
  • A ermida de Santo António, em Mora, foi construída em 1656 com fundos de um anónimo religioso, de responsabilidade da Chancelaria da Ordem de Avis.
  • Datada do século XVIII, esta capela é de arquitectura barroca constituída por uma nave e capela-mor.
  • É uma pequena capela, ou ermida, situada num monte sobranceiro à aldeia de Gimonde, dedicada a Santo António. O recinto está adaptado para a missa campal, com um altar exterior e muito espaço em...
  • Esta capela, que está em ruínas, é uma construção do século XVII. É antecedida por uma galilé em arcos.
  • Bem visível no centro de Porto de Mós devido a um pequeno outeiro ali existente, aqui se localiza uma pequena Ermida de Santo António, do século XVII
  • Uma ermida do séc. XVII situada no cimo de um monte a poucas centenas de metros de Vila de Frades, de onde se avista toda a região em volta, numa paisagem espetacular.
  • Ermida ou Capela de Santo António dos Olivais é uma capela renascentista do século XVI composta por nave e capela-mor.
  • Esta ermida pertenceu à confraria com o mesmo nome. Sendo de origem medieval, a sua planta é de nave única, capela-mor e casa do ermitão.
  • A Ermida de São Domingos, que se encontra à entrada da povoação e isolada num pequeno outeiro, foi a Igreja Matriz de Giões.
  • A Capela ou Ermida de São Jerónimo, no Restelo, é uma capela simples do início do século XVI rodeada por um jardim.
  • Desta capela sabe-se apenas que a sua existência era referida pelas fontes mais antigas e, segundo algumas destas, o pequeno templo já existia no XIII aquando da construção do mosteiro.
  • Uma ermida dedicada a São Lourenço, sobre a qual não há qualquer informação. Situa-se na margem direita do rio Guadiana.
  • Esta Ermida de São Romão situa-se na povoação com o mesmo nome num extremo do concelho de Vila Franca de Xira. O interior desta capela está revestido de azulejos do século XVII em muito bom...
  • Pertencendo à confraria de São Roque, este pequeno templo teve origem no tardo-gótico quinhentista com motivos manuelinos e mudéjares.