Coretos

Os coretos foram criados em espaços públicos, habitualmente em largos ou jardins. Além de servirem como elemento de decoração, ali se apresentam espectáculos tipicamente musicais bem como se realizam festas ou romarias.

  • Está localizado no Sítio da Nazaré, mais concretamente no centro do Largo de Nossa Senhora da Nazaré. É de planta octogonal e coberto por um coruchéu.
  • Situado no Largo Mártir São Sebastião, este é dos poucos que ainda está em funcionamento, onde se recebe as bandas filarmónicas em dias de festas.
  • Como na maior parte dos coretos em Portugal, deixaram de ser utilizados para o que surgiram e passaram para a simples decoração. Foi o caso deste, que está situado no jardim junto ao largo de Nossa...
  • É costume a devoção estar de mãos dadas com a romaria e, sendo este local o segundo mais visitado de Portugal, não poderia deixar de existir um coreto.
  • Está situado num ponto estratégico, no Jardim da República, em que este se cruza por entre os monumentos que a cidade tem para oferecer.
  • Um coreto situado num jardim no centro da localidade, um sinal dos tempos antigos. Atualmente ainda é utilizado pelas festas, para atuação das bandas ou dos grupos musicais.
  • De uma beleza singular, apresenta uma planta hexagonal em guarda de ferro, seis colunas de ferro unidas em cima por um friso também de ferro, tudo terminado com uma lira.
  • O coreto da cidade está na Avenida Luísa Todi, a mais importante e central de Setúbal. Este coreto, fora do habitual circular ou hexagonal, tem uma planta quadrada.
  • Situado no centro da aldeia, temos mais um exemplar de um coreto bem conservado sobrevivendo ao tempo e aos olhares que por lá passam.
  • Uma localidade, Vale do Paraíso, um coreto a fazer parte de uma lista de coretos de Portugal.
  • No seu tempo teve muito utilidade, atualmente só serve para admirar e para lembrar de muitas memórias. Está situado no largo em frente dos Paços do Concelho.
  • O coreto corresponde aos pavilhões multiusos no atual tempo. Em outras épocas foi o espaço de divertimentos para muita gente.
  • Um coreto situado no Largo 5 de Outubro, um sinal dos tempos antigos e com pouco uso na atualidade. Aqui se faziam espetáculos, principalmente musicais.
  • Este Coreto está situado no Monte, no único largo lá existente, Largo da Fonte, perto da Igreja de Nossa Senhora do Monte.
  • Situado ao lado da Igreja Matriz e no meio de um jardim, é um coreto de planta octogonal como em tantos outros locais de Portugal.
  • Mais um coreto que, por mais simples que seja, não deixa de ter o seu peso cultural para os seus aldeões. É um símbolo cultural que se situa também no largo António Joaquim Alves da Cruz, junto da...
  • A Igreja Matriz ou Paroquial de Serpins, dedicada a Nossa Senhora do Socorro, está situada no Cabeço da Igreja, sendo original do século XVIII.
  • O Jardim da Luz, de nome próprio Jardim Teixeira Rebelo, é o local onde se realiza em setembro, desde o século XVI, a antiga Feira da Luz.
  • Um jardim na aldeia da Mina de São Domingos, um espaço verde e arborizado com muito espaço e condições para se efetuar desporto.
  • Na parte nova da vila, na Rua 25 de abril, existe um pequeno jardim, o Jardim Municipal Joaquim Gomes Loureiro, inaugurado no dia 2 de fevereiro de 1993.