Aquedutos

Sempre houve necessidade de levar água dos rios ou das nascentes até aos centros habitacionais, principalmente aos palácios. Não havendo nesse tempo nem conhecimento suficiente da física dos líquidos e do princípio dos vasos comunicantes nem a criação de canalizações adequadas, a solução era a construção de aquedutos (= condutas de água) em pedra que conduziam a água até ao local necessário.

  • É um troço do aqueduto que transportava a água para o palácio situado no centro da vila.
  • Conhecido como aqueduto da Usseira, uma vez que é ali o seu início, veio revolucionar o sistema de abastecimento de água à vila de Óbidos.
  • Mais conhecido por aqueduto de Vila de Conde, mas também de Santa Clara pois é aí que termina. Este meio de transporte de água, sendo do século XVI, é de estilo românico. A sua construção...
  • A construção é atribuída à segunda metade do séc. XVI quando D. Sebastião concedeu licença para que o aqueduto fosse prolongado, coincidindo com o restauro da Fonte dos Canos em 1561.
  • Foi com D. João V que o aqueduto do Louriçal foi mandada edificar para reforçar o abastecimento de água ao Mosteiro do Santíssimo Sacramento.
  • Uma das monumentais obras do género cuja finalidade foi abastecer de água o convento de Cristo em Tomar, tem o seu início no lugar de Pegões.

Comentários